Publicidade

Acusado de atear fogo e matar homem enquanto dormia pode ser preso a qualquer momento

Foto: Ilustração

A Polícia Civil de Parauapebas já tem a identificação e a qualquer momento pode prender o acusado de praticar uma covardia em Parauapebas contra um homem identificado como Edmilson Gomes de Anchieta, 36 anos, que na madrugada do dia 25 de outubro, quanto teve seu corpo incendiado e foi morto com o auxílio de gasolina, como foi noticiado AQUI no Portal Pebinha de Açúcar.

As informações sobre as investigações foram repassadas ao repórter Vicente Pinheiro, da Arara Azul FM, e para que as investigações não sejam prejudicadas, o nome do acusado ainda não será divulgado, porém, de acordo com o Delegado Felipe Oliveira, o acusado já foi identificado e pode ser preso a qualquer momento.


Inicialmente, suspeitava-se que Edmilson Gomes de Anchieta fosse morador de rua, porém, depois foi constatado que a vítima teria saído para consumir bebida alcoólica, acabou dormindo numa calçada pública, momento em que foi surpreendido por um homem que jogou combustível pelo seu corpo e logo após ateou fogo. Edmilson chegou a ser encaminhado para o Hospital Municipal de Parauapebas, transferido para o Hospital Metropolitano de Belém e não resistiu aos ferimentos e morreu.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu