Publicidade

Advogados sofrem ameaça no sul do Pará

Após ter sido ameaçado de morte por um reclamado que está sofrendo execução trabalhista, o Conselheiro Cicero Sales acionou o Sistema de Prerrogativas e todos os representantes do sistema Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na região sul e sudeste do Pará.

A vítima de ameaça é a advogada Dayanne Sousa de Moraes, que recebe apoio de seus colegas de direito, ao todo de mais de 30 advogados estiveram reunidos em Xinguara, com o objetivo de coibir a ameaça sofrida.


O caso parecia ser apenas mais um de tantos que a advogada tem defendido. Porém, depois de uma audiência de pedido de indenização trabalhista sem conseguir chegar a acordo entre o reclamante (José Roberto Santos de Sousa) e o reclamado (Milton Ribeiro de Oliveira), o escritório de Dayanne foi visitado pelo patrão denunciado que lhe fez grave ameaça.

Quem esteve no escritório de Dayanne foi Milton Ribeiro, ex-patrão do cliente, representado por ela, José Roberto. “Pensei que tratasse de uma visita comum e que trouxesse alguma proposta, já que na audiência ele propôs pagar apenas um terço do valor pedido por meu cliente”, explicou a advogada, se dizendo surpresa ao ouvir dele que seria melhor que esquecesse o valor, pois, do contrário, não ficaria bem para ninguém.

Além disto, Milton se pôs a reclamar pontos do processo, o que foi explicado pela advogada que seria melhor falar com seu advogado já que o caso já está tramitando. Segundo a advogada, ela disse a Milton que não estava entendo onde ele queria chegar; sendo interpelada por ele, afirmando que estava ali conversando por não querer partir para a ignorância, reafirmando que aquilo não terminaria bom nem para ele nem para os outros.

Após o ameaçador deixar o escritório de advocacia, Dayanne acionou a OAB/Seção Pará, que dispôs prontamente de apoio a ela para que registrasse na Polícia Civil o caso e busque apoio da justiça.

José Cícero Sales da Silva, também atua no caso e trabalha no mesmo escritório dom Dayanne; ele diz também se sentir ameaçado, por isso também registrou ocorrência para ter embasamento junto à justiça e se prevenir contra eventuais acontecimentos.

A OAB dispôs de advogados membros da Comissão de Prerrogativas, sendo eles: Anderson Paulo de Oliveira Gomes, Leonardo José Gualberto Almeida, Carlos Eduardo Teixeira Chaves; e o advogado Conselheiro Seccional da OAB/PA, Rone Messias da Silva.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu