Publicidade

Afastado, vereador Josineto Feitosa tem pedido de habeas corpus negado pela Justiça

A defesa de Josineto entrou na Justiça com o objetivo do parlamentar voltasse ao cargo na Câmara Municipal, porém, após pedir informações ao Juiz Líbio Moura, o pedido para que as restrições impostas pelo Juiz da Vara Penal de Parauapebas fossem retiradas, assim como a volta ao cargo foi negado pela Justiça ao parlamentar afastado.

Entenda o afastamento:


Cinco vereadores acusados de corrupção foram afastados dos cargos por decisão judicial no município de Parauapebas. Os afastados foram: Josineto Feitosa (SDD), Devanir Martins (SDD), José Arenes (PT), Major da Mactra (PSDB), que é o vice-presidente da câmara, e Luzinete Batista (PV), segunda secretária da casa.

De acordo com a Promotoria de Justiça, contratos de compra de alimentos e locação de veículos para a câmera foram superfaturados nos anos de 2013 e 2014.

Vereadores e empresários do município estariam envolvidos no esquema de fraudes que pode ultrapassar o valor de R$ 1,3 milhão, segundo as investigações do MPPA.

Com o a decisão da justiça, os vereadores afastados estão proibidos de frequentar órgãos públicos e de deixar o município sem autorização da justiça.

Cópia 01

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu