Alunos de escolas municipais lançam livro de poesia

Alunos de escolas municipais lançam livro de poesia

O Centro de Desenvolvimento Cultura de Parauapebas (CDC) esteve lotado na noite da última terça-feira, 19, ocasião de lançamento do livro “Um Toque de Poesia”, produção de autoria de alunos das turmas de 6° e 7° anos da Escola Jozias Leão e 7° e 8° ano da Escola Chico Mendes, sob orientação da professora de Língua Portuguesa Nita Aguiar.

O evento, definido pelos presentes como momento ímpar, contou com boa música da Escola de Música Valdemar Henrique e da professora Katiuscia Coelho da Silva, apresentações culturais e, é claro, muita poesia declamada pelos próprios autores.

“Um Toque de Poesia” reúne uma coletânea de mais de 100 textos, escritos por 81 poetas e ilustrado por quatro estudantes. É resultado do projeto “Poetas em Flor”, desenvolvido durante 2016 e 2017, com o objetivo despertar os alunos para a poesia, música, o amor próprio e ao próximo, além de promover a humanização e a emancipação cidadã.

A professora Nita Aguiar diz que sua paixão por poesia a impulsionou no desenvolvimento do projeto. “Eu sempre fui apaixonada por poesia, isso de alguma forma mudou a minha vida e queria mostrar aos meus alunos como ela pode contribuir com a vida deles”, relata a educadora, dizendo que, apesar de não ter a intenção de formar escritores ou poetas, foram descobertos grandes talentos.

“A verdadeira intenção mesmo era brincar com as palavras, fazer com que os alunos percebessem que ler é bom, que escrever é ótimo, mas ao longo do percurso grandes talentos foram revelados. Uma das alunas teve nove poemas selecionados para compor o livro e outros já estão escrevendo seus próprios livros”, reforça Nita, garantindo que o “Poetas em Flor” é um projeto contínuo. “Este é só o primeiro filho, outros livros virão.”

Um dos tantos talentos revelado na obra literária é Paloma Emanuelle Silva Alves, 13 anos, aluna do 7° ano da Escola Jozias Leão. Paloma teve dois dos cinco poemas que produziu publicados no livro: “B612”, no capitulo Pequeno Príncipe; e “Retrato ou Lar doce lar” em Memórias Poéticas.

A jovem estudante diz ter descoberto uma das suas aptidões. “Poetas em flor me fez descobrir meu talento, uma das minhas paixões na vida. Eu amo escrever. É onde eu posso expressar o que eu sinto, onde eu posso viajar em vários mundos, sonhar estando acordada”.

A mãe de Paloma, Elita de Souza Silva Alves, relata o quanto o projeto fez diferença na vida da filha. “Hoje ela consegue escrever muito bem, sem erros de português, consegue transmitir para o papel o que ela pensa, o que ela sente. Tudo melhorou, vejo nela mais alegria, acho que até o caráter”, afirma orgulhosa Elita.

PROJETO INÉDITO

O secretário de Educação, Raimundo Neto, participou do lançamento do livro e ficou entusiasmado com o que viu. “Este é um projeto brilhanto. Nele estão revelados muitos talentos da escrita e também das ilustrações”, elogia.

De acordo com o secretário, é a primeira vez que temos um projeto nesse formato com essas dimensões, que estimula a criatividade dos alunos e a produção textual. “Poetas e poetisas, vocês estão eternizados nas páginas deste livro e agora, entraram para a história da literatura de Parauapebas. Parabéns pelo excelente trabalho”, finalizou Neto.

Também participaram do lançamento do livro a coordenadora do Departamento de Ensino dos 3° e 4° ciclos da Semed, Valdelice Cardoso; a diretora da Escola Chico Mendes, Aurilene Vieira; a diretora da Escola Jozias Leão, Meire Caldeira; a coordenadora técnico-pedagógica de Língua Portuguesa da Semed, Maria Edicleia Pinheiro Baía; professores e coordenadores das referidas escolas, além de familiares e amigos dos poetas.

Reportagem: Messania Cardoso

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!
Portal Pebinha de Açúcar 11 anos | Você merece o melhor conteúdo!
toggle