Publicidade
Destaques

Alunos revivem estrelas negras e arrecadam 1,5 t de alimentos em Parauapebas

Você sabia que a primeira cirurgia mais delicada do mundo, de separação de gêmeos siameses (aqueles que nascem com duas cabeças unidos por um só corpo), foi realizada por um neurocirurgião negro? Você também sabia que as duas vozes mais premiadas do mundo, masculina (Michael Jackson) e feminina (Whitney Houston), são de artistas negros? Sabia também que o melhor jogador de futebol do mundo é negro e que a jornalista brasileira mais viajada e premiada é negra?

Pois é. Apesar de, ainda, em pleno século 21, os negros sofrerem discriminação racial, eles compõem o conjunto de uma das mais poderosas, reconhecidas e brilhantes mentes do Brasil e do mundo, com destacada contribuição social, esportiva, científica, artística, cultural e em defesa dos direitos humanos.

E foi por isso que, na últimas quinta (15) e sexta-feira (16), a Escola-Sede Estadual de Ensino Médio Eduardo Angelim se mobilizou em peso para prestar honra a personalidades negras da história global. As celebridades trabalhadas foram Nelson Mandela (líder sul-africano), Barack Obama (presidente estadunidense), Neil deGrasse Tyson (astrofísico), Martin Luther King (ativista político), Benjamim Carson (médico neurocirurgião), Percy Lavon Julian (químico afro-americano) e Bob Marley (cantor norte-americano), além de diversas estrelas da música negra dos Estados Unidos.

Foram homenageados também os cantores Pinduca (paraense), Gilberto Gil (baiano), Milton Nascimento (mineiro) e Bezerra da Silva (pernambucano); a jornalista Glória Maria; o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa; o jogador Pelé; o ator e comediante Grande Otelo; o transformista Madame Satã; o poeta Cruz e Sousa; o escultor Aleijadinho; o líder quilombola Zumbi dos Palmares; e o escritor Machado de Assis.

LIÇÃO QUE FICA

Os estudantes dos três turnos cuidaram, eles mesmos, de organizar salas, conteúdos e apresentação à comunidade. Cerca de mil visitantes circularam pela escola nos dois dias do evento. “Foi muito interessante, e eu me identifiquei com a narrativa da vida de Barack Obama”, destacou a aluna Patrícia Gama, estudante de ensino médio de outro colégio que prestigiou a feira.

De acordo com a diretora da escola, Ana Maria Santos, o projeto — intitulado “Personalidades Negras” — objetiva retratar a história, o contexto e a contribuição de grandes nomes que estão no dia a dia das pessoas, seja na literatura, seja na medicina, seja nas ondas sonoras do rádio, ao ouvir canções antigas e viajar no passado. “Temos uma diversidade de estrelas que contribuíram para a humanidade, e o projeto as retrata de maneira didática, agregando conhecimento aos estudantes”, destaca a gestora.

Para o estudante Lucas Santos, do 3º ano, que trabalhou a vida e arte de Milton Nascimento, fica um aprendizado: “Milton é um cantor incrível”.

Já para Gabriel de Oliveira, do 2º ano, cuja turma abordou a vida e música do cantor paraense Pinduca, o evento é um momento de conhecer nomes que levam o Pará aos quatro cantos do mundo, como Pinduca, que se tornou marca registrada no carimbo. “Pinduca é uma espécie de patrimônio do Pará”, observa.

NEGROS NA CIÊNCIA

Como exemplo prático e cotidiano do legado das “Mentes Brilhantes”, o professor de Biologia André Santos exemplifica que, do ponto de vista social e científico, o médico neurocirurgião Benjamim Carter é uma das personalidades que revolucionaram a biologia e a saúde ao ser pioneiro no primeiro grande procedimento cirúrgico de sucesso, de separação de seres humanos vivos unidos pelo mesmo tronco. “Na obra de Carter, temos uma aula inteira de Biologia, que vai da genética, passando pela citologia, à anatomia. A própria Biologia é a grande base dos estudos médicos, e Carter transmite isso ao separar, numa cirurgia que demorou um dia inteiro, gêmeos siameses, aqueles que nascem com duas cabeças e compartilham um só corpo”, explica.

SERVIÇO SOCIAL

O “Mentes Brilhantes” é um dos projetos de maior esplendor já realizados pela Eduardo Angelim, que completou três décadas de serviços prestados à educação de Parauapebas este ano, com direito a uma festa triunfal no primeiro semestre.

A feira organizada pelos alunos culmina com a arrecadação recorde de 1,5 tonelada de alimentos não-perecíveis que vão virar cestas básicas a serem doadas neste Natal a famílias carentes que moram na periferia da cidade. Ano passado, a escola realizou ação similar e foi um sucesso.

Segundo a diretora Ana Maria Santos, os alunos envolveram-se na arrecadação com prazer. “Nossos estudantes sempre se envolvem em causas sociais que visam a ajudar o próximo. É uma lição que levam consigo para toda a vida”, encerra.

Reportagem: Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing LTDA-ME
CNPJ: 05.200.883.0001-05 Parauapebas-Pará-Brasil
(94) 3356-0260 | (94) 981342558

Todos os direitos reservados © 2017 Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing Ltda-ME
Desenvolvimento Web: Agência Maktub

To Top