Publicidade

APAE Parauapebas inaugura piscina para ajudar na reabilitação de crianças especiais

Aproximadamente 110 crianças estão matriculadas na Associação de Pais e Amigos de Excepcionais de Parauapebas (APAE). A instituição trabalha com uma metodologia complexa de reabilitação e consequentemente reflete na melhora na qualidade de vida.

Na tarde desta sexta-feira, 13, mais um item de fundamental importância foi inaugurado, trata-se de uma piscina ampla e coberta para proporcionar mais conforto às crianças da associação.


O ato inaugural contou a presença do padre Patrick Fernandes, responsável pela paróquia São Sebastião; padre Robertinho e de várias famílias beneficiadas com o trabalho da APAE que oraram pedido bênçãos para a nova fase da entidade. Logo após a solenidade foi servido um café da tarde.

“Essa piscina vai ajudar bastante na reabilitação das nossas crianças e em contrapartida vai melhorar consideravelmente a qualidade de vida”, pontuou Vanilda Queiroz, presidente da entidade. De acordo com a presidente, a obra foi feita com recursos italianos através das Comunidades Católicas da Itália que fizeram arrecadações de objetos doados que foram vendidos posteriormente para angariar fundos destinados à obra.

Várias crianças especiais serão beneficiadas com a nova piscina da APAE Parauapebas
Várias crianças especiais serão beneficiadas com a nova piscina da APAE Parauapebas

“Estamos com as portas abertas para acolher quem precisar, não fazemos distinção nenhuma. Eu como mão de uma criança deficiente acho esse trabalho primordial. É uma felicidade imensa receber a visita dos padres e dos pais de crianças especiais neste momento tão especial para todos nós”, exclamou Vanilda, acrescentando que um documento foi assinado possibilitando que as crianças de várias outras entidades sociais também poderão usar a piscina.

“A APAE desta cidade faz um trabalho extremamente importante e merece colaboração de toda essa cidade. Essa piscina é apenas a comprovação de que ainda gente generosa e que se interessa pela causa do outro no meio que vivemos”, completou o padre Robertinho.

Reportagem e fotos: Stéfani Ribeiro – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu