Banner Educar


Após levar dois tiros na cabeça, homem diz que não morreu por livramento de Deus

Após levar dois tiros na cabeça, homem diz que não morreu por livramento de Deus

Francisco Bispo, de 53 anos, credita a um “livramento” ter sobrevivido a um assalto na tarde desta quarta-feira (12), em Parauapebas, isso porque os bandidos atiraram duas vezes contra ele e em ambos os projéteis o atingiram apenas de raspão na cabeça.

Conforme ele, que é evangélico, estava no Bairro Novo Horizonte quando os dois homens se aproximaram em uma motocicleta e o carona sacou uma arma de fogo.

Ele chegou e avançou no celular que estava na minha mão. Todo mundo tem uma reação quando é assaltado e eu disse: `o que é isso, rapaz?’. Aí ele já disparou, foi o que atingiu na testa. Quando levantei ele pulou na garupa da moto e atirou a segunda vez, que foi o corte maior na lateral da cabeça”, relatou, apontando os ferimentos já tratados no hospital da cidade.

O crime, diz a vítima, aconteceu por volta das 13 horas.

“Só vi que a moto era uma Honda Bros e o que estava na garupa era um moreno, de calça jeans. O que estava pilotando era um magro e branco.  Quando ele avançou em mim eu me assustei e nisso ele já atirou. Tem gente que trava e eu me assustei”, acrescentou, informando que os assaltantes fugiram sem levar o aparelho celular que queriam.

“Eu sou dirigente de congregação, sou da igreja, entendo que recebi um livramento de Deus. Até com o médico, conversando, ele disse que eu nasci de novo. Falei para ele que Deus cuida do que é dele e ele disse que se existe milagre isso foi um milagre porque essa primeira bala não cortou, bateu e simplesmente não entrou”, declarou.

O caso foi registrado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas e até a tarde desta quinta-feira (13), os bandidos não haviam sido identificados ou presos.

“Eu vou orar por eles, inclusive já perdoei. Não me devem nada, devem para Deus”, finalizou.

Reportagem: Ronaldo Modesto

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!