Banner Educar


Após tentar fugir de blitz, dupla é presa com moto roubada em Parauapebas

Após tentar fugir de blitz, dupla é presa com moto roubada em Parauapebas

Foi enquanto dava apoio a uma blitz do Detran que a Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam) da Polícia Militar notou uma dupla que, em uma motocicleta, retornava na contramão na Rua Marcos Freire, no bairro Chácara da Estrelas, em Parauapebas. Atitude tida como suspeita, motivo que a guarnição militar, composta pelo cabo S. Barros, soldados Denis e Wilamis, fez o acompanhamento e ao alcançar os fujões, verificou-se tratar de motocicleta fruto de roubo.

O que agravou a situação dos revistados, identificados como Odair e Izaias, foi o fato de ter sido encontrado com um eles um “estoque”, objeto comumente usado em presídio com o fim de perfurar outras pessoas. Agora, a polícia pede à população que ao ver as imagens dos agora presos, e caso reconheça algum deles como autor de assaltos ou outra ação criminosa, ou tenha tido motocicleta do tipo Biz de cor vermelha roubada, que vá à Delegacia de Polícia Civil para prestar queixas.

Izaias Gomes Silva era quem estava na garupa da motocicleta, conduzida por Odair, que é seu cunhado, no momento da fuga; ele também foi detido e apresentado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, porém, diz que, quanto a ele, tudo não passa de um mal entendido e que estava na companhia de apenas de carona e que, se soubesse tratar de um veículo de má procedência, teria evitado.

Odair José de Castro Souza Filho tem 22 anos de idade, mora na Vila Bom Jesus, município de Canaã dos Carajás; era ele quem conduzia a motocicleta. Em sua versão, ele conta ter comprado o veículo de um “velho” no Bairro Novo Brasil, em Canaã dos Carajás. “Dei parte do pagamento a ele e vim buscar o restante para completar o valor, mas quando voltei na casa dele para cumprir o combinado, ele já não estava mais morando lá para receber e me entregar o documento da moto”, conta Odair, dizendo já ter ido à sua procura várias vezes e não consegue encontrar a citada pessoa. O preso conta já ter suspeitado que o veículo era roubado.

 

Como as histórias não convenceram a polícia, a dupla terá que esperar na carceragem até que o caso seja esclarecido e então seja liberada ou indiciada.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!