Publicidade

Autoridades fecham o cerco contra poluição sonora

 

A ação atuou diretamente em doze pontos denunciados, dos quais quatro foram advertidos. Os demais se encontravam fechados ou não foi constatada a veracidade da denuncia. No primeiro caso, a equipe da Semma retornará ao local. Os fiscais passaram por oito bairros durante os três dias de ação: Altamira, Da Paz, União, Tropical II, Liberdade II, Rio Verde, Cidade Jardim e Beira Rio.


De acordo com o titular da Semma, Zoênio Silva, o objetivo dessas ações é reduzir a poluição sonora na cidade, contribuindo para o bem estar da comunidade. As vistorias são baseadas na Lei 4.283/04, que proíbe ruídos de modo a incomodar a vizinhança ou que provoquem desassossego, independente da medição de nível sonoro.

A comunidade pode denunciar poluição sonora por meio do Disque Denúncia de Parauapebas, ligando para o número 3346-2250. A equipe de fiscais da Semma faz a vistoria e, nos casos em que há necessidade, multa o estabelecimento, de acordo com o nível de intensidade do som, que é medido por um equipamento denominado decibelímetro.

 

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu