Publicidade

Bairro dos minérios recebe atenção exclusiva do governo municipal

Limpeza, iluminação pública, ampliação da rede esgoto e água nas torneiras deixam de ser problema no Bairro dos Minérios que, desde sua inauguração, sofria com o descaso da gestão pública.
Agora segundo moradores o fornecimento de água é feito regularmente e com água de qualidade, propiciando aos moradores condições digna para ali viver.

A água é fornecida, segundo moradora Joana Silva, diariamente em quantidade suficiente e condições de armazenamento e consumo. “Antes sofríamos a incerteza se teríamos ou a água de cada dia e isto causava transtornos pelo fato de não termos garantido a quantidade suficiente para o uso doméstico”, lembra Joana, citando ainda o caos trazido pela rede esgoto que exalava mau cheiro em todo o Bairro.


O problema do esgoto está sendo resolvido e, segundo parecer técnico, tratava-se apenas de imprecisão no nível para onde corria o conteúdo do esgoto sanitário.
A iluminação era outro problema no local que, com ruas escuras, intimidava pessoas de bem a andar a noite, e encorajava praticantes de delitos a executar suas ações. Agora duas equipes do Departamento de Elétrica da Semurb (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Parauapebas) estão no local e, em ritmo de mutirão, recuperará todos os pontos apagados.

O bairro estava também com ruas sujas tanto por lixo domestico quanto pelo mato, pois desde sua inauguração nunca tinha passado por roço e capina. Fato que se fez necessário o envio de equipes para dar novo visual ao bairro.
As equipes munidas de caçambas e maquinas pesadas fazem varredura intensa nas ruas removendo a terra trazida pelas chuvas, entulhos, resíduos domésticos; capinam e roçam os espaços públicos e remove em caçambas.
“Vida nova para o nosso bairro, que nem parecia pertencer a Parauapebas, dado a ausência do governo que agora lembrou de nós, esperamos que continue assim”, disse o morador do local, Geraldo de Sousa Júnior.

Porém para que as ações feitas no bairro sejam validadas é preciso, segundo recomendações da Semurb, a colaboração dos moradores. “A população precisa contribuir com a manutenção da limpeza, dispondo o lixo domestico devidamente embalado nos dias e horários da coleta. Agendar remoção de entulhos e galhadas para que não atrapalhe tanto o trafego de pessoas e veículos quanto estrague o visual do bairro”, recomenda Raimundo Augusto Neto, Secratário Municipal de Serviços Urbanos.
Ele salienta também que as pessoas devem tratar seu bairro e todo o resto da cidade como sua própria casa, mantendo limpo e zelando pela conservação do patrimônio publico, o que ele qualifica como bem comum.

Reportagem: Francesco Costa

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu