Publicidade

“Bandidinho” escapa da morte e será transferido para presídio em Belém

Investigadores da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas apuraram as causas de um homicídio ocorrido no último dia 23 de janeiro de 2019, dentro de um salão de beleza, no Bairro Rio Verde, que vitimou fatalmente o cabeleireiro Bruno Moraes dos Santos. Clique AQUI e relembre o caso.

Quem conversou com a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar e deu detalhes sobre as investigações foi o Delegado Felipe Oliveira. O executor do crime trata-se do alcunhado “Bandidinho”, Edmar Torres Leite, segundo a polícia, integrante da facção criminosa Comando Vermelho (CV), o qual foi alvejado durante uma ação policial, como foi noticiado AQUI e já se encontra preso, porém, por determinação judicial, será recambiado para uma das unidades prisionais da região metropolitana de Belém.

Saraiva publicidade

As investigações da Polícia Civil apontam que a motivação do crime seria disputa entre facções criminosas rivais em Parauapebas, que são realidade no município, inclusive, outros casos de mortes foram registrados através da disputa de poder no mundo do crime.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu