Publicidade
Balanço

Boletim Epidemiológico revela queda em casos de Aids em Parauapebas

Campanha contra a doença foi lançada na sexta-feira, 1º, na Escola Municipal Chico Mendes

Parauapebas está registrando tendência de queda no número de casos de Aids. A escala era crescente desde 2013, quando foram realizados 535 registros em três anos, com 157 pessoas infectadas em 2016.

Neste ano, até outubro, foram 96 casos, dos quais 75 (78,12%) são do sexo masculino, com prevalência na faixa etária de 20 a 34 anos de idade. Os dados são da Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que esclarece: ter HIV não é a mesma coisa que ter Aids. Tem gente que tem o vírus, mas não apresenta sinais e sintomas da doença, mas que podem transmiti-la.

Neste ano em Parauapebas, também até outubro, foram registradas 65 pessoas com HIV – 81,54%, do sexo masculino com prevalência na mesma faixa etária, de 20 a 34 anos. Enquanto em 2016 houve 18 mortes provocadas pelo vírus, agora em 2017 foram nove óbitos.

Chama atenção da saúde do município o número de gestantes com HIV: foram 22 casos até outubro contra 32, no ano passado. Também preocupa o número de crianças expostas ao vírus, ou seja, nascidas de mães infectadas ou que tenham sido amamentadas por mulher com HIV. A Semsa registrou 23 casos até outubro enquanto que ao longo de 2016 foram 22.

Em Boletim Epidemiológico, a Semsa conclui que, em relação tanto à Aids/HIV quanto às demais Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), “a população jovem, considerada sexualmente ativa, é despreocupada com a sua saúde, sendo muitas vezes imprudente com as ações preventivas para evitar a transmissão” das doenças.

LUTA A FAVOR DA VIDA

Com o tema “Uma luta a favor da vida”, ocorreu o lançamento da Campanha de Luta Contra a Aids, na sexta-feira, 1º, na quadra da Escola Municipal Chico Mendes, com diversas ações alusivas à data, destinada aos alunos do colégio.

A campanha é promovida pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa)/Vigilância em Saúde e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), cujo trabalho já é referência na região de Carajás.

No lançamento, foram realizadas peça de teatro, dança, paródia e roda de debate para alertar e conscientizar a população sobre a doença. “Aproveitando que hoje é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids e o lançamento oficial da campanha, estamos conscientizando e alertando a população por meio de ações educativas e culturais aos alunos”, destacou a coordenadora do CTA, Milka Régia.
Ainda de acordo com a coordenadora, durante todo este mês serão realizadas atividades educativas e testagem rápidas em todas as Unidades Básicas de Saúde do município.

A estudante Maria Clara de Oliveira Silva, 16 anos, achou muito interessante as ações realizadas na escola, principalmente para as alunas que estão na fase da adolescência. “Acho muito importante abordar a Aids e as demais doenças sexualmente transmissíveis, uma vez que a maioria está na fase de balada e muita curtição”, observou ela.

SERVIÇO:

O Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço de Assistência Especializada (CTA/SAE) fica na rua P, nº 38, no bairro União. O centro é responsável em garantir acesso à informação, ao diagnóstico precoce de infecção pelo HIV, ao início de tratamento imediato e ainda acesso ao insumo de prevenção e cuidado continuado.

Reportagem: Janaina Ravanelli

Publicidade

Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing LTDA-ME
CNPJ: 05.200.883.0001-05 Parauapebas-Pará-Brasil
(94) 99121-9293 | (94) 981342558

Todos os direitos reservados © 2017 Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing Ltda-ME
Desenvolvimento Web: Agência Maktub

To Top
error: Reprodução proibida!