Publicidade

Casa da Cultura de Canaã promove expressão do grafite feito por idosos

Idosos do Centro de Convivência (Cecon), em Canaã dos Carajás, participaram ao longo dessa semana, de uma oficina de grafite conduzida por Thiago Tigo e promovida pela Casa da Cultura de Canaã, gerida pela Fundação Vale, por meio da lei de Incentivo à Cultura. O grupo, com idade entre 65 e 94 anos, pegou sprays e rolinhos de pintar e dando uma lição de disposição expressaram a arte urbana com desenhos e mais colorido às paredes do Centro.

O muro de fundo do local conta agora com o grafite dos idosos na forma do nome do Cecon, pássaros, asas, folhagens e ainda o desenho de autoria de um deles, o Sr. Vanderley, com a inspiração em Cachoeiro do Itapemirim, numa lembrança ao cantor, o rei Roberto Carlos. 


Há 10 anos atuando com a arte da grafitagem, Thiago Tigo conta que foi a primeira vez que  trabalhou com a turma da terceira idade. A experiência deixou uma lição de vida. “Eu nunca tinha dado oficina para os idosos e foi uma experiência incrível, me surpreendi com questão do desenvolvimento, a disposição deles me inspirou a querer me manter sempre ativo”, disse Thiago.

A coordenadora da Cecon, Ana Flora revela também que fazer a oficina primeiro foi um desafio. “Eles tinham uma visão de grafite como pichação de prédio público, mas na hora que viram a expressão da arte, se apaixonaram. Tivemos cerca de 30 participando. 

Ainda segundo ela, além de diversão e conhecimento, a oficina contribuiu para a saúde física e mental dos idosos. “Foi muito interessante a oficina para o grupo, favorece aspectos como concentração, estimula o raciocínio, coordenação motora, é uma terapia para mente e combate a ociosidade.”, declarou Ana Flora.

O Cecon é um espaço de socialização para a terceira idade mantido pela prefeitura Municipal de Canaã, por meio da secretaria de Desenvolvimento Social. O prédio foi construído numa parceria com a Vale.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu