Publicidade

Casos de suicídio crescem em Parauapebas e vereadora propõe criar programa de prevenção

Consciente de que a complexidade do suicídio dificulta o enfrentamento a este mau, a vereadora Joelma Leite (PSD) propôs na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (27), por meio da Indicação n° 364/2018, a criação de um programa de assistência à prevenção e combate ao suicídio em Parauapebas.

Na justificativa da matéria, a vereadora relata que o suicídio é um problema que afeta indivíduos de diferentes origens, classes e idades, geralmente relacionado à depressão, ansiedade, esquizofrenia e bipolaridade, dentre outros problemas.


De acordo com dados do Ministério da Saúde, citados na proposição, em média 11 mil pessoas tiram suas próprias vidas no Brasil a cada ano. No mundo são mais de 800 mil ocorrências.

“No nosso município têm crescido os casos de suicídio. Portanto, sendo o suicídio um caso de saúde pública, é necessário que o poder público municipal atue de forma a desmistificar o tema e a trabalhar com a prevenção, uma forma de diminuir os índices e evitar que tragédias dessa natureza afetem os lares no nosso município”, enfatizou Joelma Leite.

A sugestão da vereadora é para que seja criado um Programa de Assistência à Prevenção e Combate ao Suicídio, por meio do apoio das secretarias afins e formação de redes intersetoriais, que a partir do envolvimento de equipes multidisciplinares possam prestar a assistência necessária para aqueles que por motivos diversos e de difícil identificação cheguem ao extremo de tirar a própria vida.

A Indicação n° 364/2018 foi aprovada e será encaminhada para análise do prefeito Darci Lermen.

 

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu