Publicidade

Celpa diz que está à disposição da Câmara de Parauapebas

Durante a manhã desta terça-feira (13), a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar publicou AQUI uma matéria sobre a Rede Celpa que voltou a ser alvo de críticas na Câmara Municipal de Parauapebas, onde o vereador Marcelo Parcerinho sugeriu que fosse criada uma comissão para investigar a concessionária de energia elétrica.

Durante a parte da tarde, a Assessoria de Comunicação da Rede Celpa entrou em contato com o Portal Pebinha de Açúcar, e encaminhou uma nota sobre o assunto, confira na íntegra:


“Com relação a matéria publicada nesta terça-feira (13) sobre a Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Parauapebas, em que houve alguns questionamentos sobre os serviços da Celpa, a concessionária informa que está à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários a respeito dos valores cobrados na conta de energia elétrica.

A empresa esclarece que o valor da conta de energia é definido pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. Para definir os valores, a ANEEL avalia os custos da Celpa com a compra de energia, transmissão e encargos setoriais, que representam o grupo chamado “Parcela A”, na qual os agentes citados anteriormente não são gerenciados pela concessionária e no caso dos encargos setoriais e tributos, a Celpa funciona apenas como agente arrecadador.
A ANEEL também atualiza a “Parcela “B” (que representa a parte da tarifa que efetivamente fica com a CELPA, para ampliar, operar e manter seu sistema) para que seja corrigida pela inflação (IGP-M), descontada dos ganhos de produtividade, conforme determina o Contrato de Concessão. E neste ano, essa “Parcela B” está abaixo da inflação: ou seja, 2,5%, sendo que a inflação anual foi de 8,24% (IGP-M).
Então, cabe à ANEEL avaliar as informações, realizar suas próprias análises, propor e homologar as tarifas da Celpa. Com o reajuste tarifário que ocorreu em agosto deste ano, a parcela que fica com a CELPA de uma conta de energia ficou em 22,42%. Ou seja, de uma conta de R$ 100, apenas R$ 22,42 é o valor que fica com a Celpa.

A concessionária reforça que trabalha de forma transparente, respeitando o direito do consumidor e, acima de tudo, primando pelos valores Ética e Dedicação ao Cliente”.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

All articles loaded
No more articles to load
Fechar Menu