Banner Educar


Centro Mulheres de Barro abre inscrições para oficinas de educação patrimonial

Centro Mulheres de Barro abre inscrições para oficinas de educação patrimonial

Programação inicia na primeira semana de abril e contará com turmas para crianças e adultos

O Centro Mulheres de Barro inicia, em abril, uma nova rodada de oficinas de educação patrimonial e técnicas cerâmicas. As inscrições estão abertas até 30 de março, com vagas limitadas para crianças acima de 9 anos, jovens, adultos e idosos. Os interessados podemfazer confirmar a inscrição na sede do Centro, ao lado do mercado do Rio Verde. A iniciativa da Cooperativa Mulheres de Barro é patrocinada pela Vale, pelo segundo ano consectivo, por meio da Lei Roaunet de incentivo à cultura.

A ação dá continuidade ao trabalho desenvolvido em 2017 pelas artesãs. “Nossa experiência no ano passado foi muito positiva. Tivemos cerca de 110 pessoas, entre crianças e adultos, concluindo a formação e o resultado foi retratado em uma exposição específica dos participantes. Este trabalho é importante para a formação sociocultural dos alunos, além da formação de público para o setor das artes, da cultura local e da responsabilidade com o patrimônio regional”, comenta a coordenadora do projeto, Sandra dos Santos Silva.

Para 2018, a oficina aborda temas relacionados à cultura (memórias pessoais, coletivas, diversidade e identidade), bens culturais materiais (artefatos arqueológicos, obras de arte e aparelhos culturais), bens culturais imateriais (música, dança, celebrações e histórias orais) e patrimônio natural (Floresta Nacional de Carajás, cachoeira do beija, rio Parauapebas e o ipê, árvore símbolo do município). Serão trabalhados também elementos da linguagem visual e artesania cerâmica.

De acordo com o gerente Regional de Sustentabilidade Norte da Vale, João Coral, “apoiando iniciativas como essa, a Vale está contribuindo com a produção artesanal e com a difusão da cultural da região de Carajás. Além de fomentar a diversificação da economia e geração de renda no município”.

Serviço:

Prazo de inscrições para as oficinas de educação patrimonial: até 30/3
Os cursos terão duração de seis (6) meses, com programação prevista de abril a setembro deste ano.
Duas (2) turmas para crianças e adolescentes, com faixa etária de 09 a 15, com atividades duas vezes por semana, pela manhã ou a tarde;

Uma (1) turma para a oficina de técnicas cerâmicas, para jovens e adultos a partir dos 16 anos, no horário da tarde, com aulas duas vezes por semana.

Mulheres de Barro

O grupo Mulheres de Barro nasceu no período entre 2005 e 2011, fruto das oficinas do Programa de Educação Patrimonial, dentro das atividades ambientais realizadas pela Vale e pela Fundação Vale, durante a implantação do projeto Salobo.

Desde então, o grupo vem desenvolvendo ações para valorização da história e cultura da região de Carajás. A partir de 2013, com a criação da Cooperativa Mulheres de Barro, a entidade vem fortalecendo a atividade artesanal, com a produção, venda e divulgação de produtos cerâmicos inspirados em artefatos encontrados, por meio de pesquisas arqueológicas.

Funcionamento do Centro Mulheres de Barro

Endereço: Alameda Castelo /Branco, quadra 187 – lote 107 (ao lado do Mercado do bairro Rio Verde, em Parauapebas – entrada pela rua Araguaia).
Horário: terça a sexta-feira, das 9h às 18h. E aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h.
Agendamento de turmas para visita: telefone (94) 99165-1604 ou no e-mail: mulheresdebarro@gmail.com ou acesse www.centromulheresdebarro.com.br.

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!