Publicidade

Comunidade católica de Parauapebas se prepara para mais um Círio de Nazaré

A 13ª edição do Círio de Nazaré em Parauapebas traz este ano o tema: “Mãe da esperança e da fé”; e o subtema: “Todos me chamarão de bem-aventurada”. Um evento realizado pelas comunidades católicas sob a supervisão das paróquias locais.

O Círio de Nossa Senhora de Nazaré ocorrerá no dia 22 de outubro, sendo o segundo ano que ocorrerá pela manhã, refazendo os cerca de 10 km de romaria pelas ruas da cidade, percurso em que se espera exceder o número de fiéis que, ano passado, chegou a 20 mil.


As paróquias São Sebastião, São Francisco e Cristo Rei, respectivamente, trabalham na organização e já têm feito os preparativos para que tudo ocorra tudo bem tanto na espiritualidade quanto na estrutura física. “É uma imensa responsabilidade, pois não se trata apenas de um ato espiritual, mas também lidamos com pessoas e estas necessitam de estrutura e cuidados. Mas assim como todos os anos, acreditamos que teremos mais um círio com êxito e muitas bênçãos de Deus e da Virgem Maria”, planeja Padre Hudson, pároco da paróquia Cristo Rei, detalhando que a procissão sairá da Paróquia São Francisco, no bairro Rio Verde, as 6h30, indo até a Paróquia São Sebastião, no bairro Cidade Nova.

Clima de Círio

Parauapebas já entrou no clima de Círio ao receber no dia 20, quinta-feira, a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, às 21h00, na Igreja São Sebastião. Essa imagem foi trazida em abril por Dom Vital diretamente da Basílica de Aparecida, e desde então tem peregrinado pela diocese de Marabá como parte das comemorações do Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem nas águas do rio Paraíba do Sul, em São Paulo. “Nossa Senhora Aparecida vem até nós por meio de sua Imagem Peregrina como mulher de serviço, e sua simples presença nos leva a perceber a importância da vontade de Deus. Percorrendo cidades e periferias, lembra aos pobres e abandonados que eles são os prediletos do coração misericordioso de Deus”, explicou o bispo.

Dom Vital acrescentou ainda que a comunidade que recebe a visita da Padroeira do Brasil vive um tempo especial da graça de Deus, tendo oportunidade de aproximar-se de Jesus e entrar na dinâmica da Salvação, pois Maria continua dizendo a cada um de nós: ‘façam tudo o que meu filho vos disser’.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu