Banner Educar


Comunidade Nova Jerusalém é beneficiada com equipamentos de combate a incêndio

Comunidade Nova Jerusalém é beneficiada com equipamentos de combate a incêndio

A Vale entregou nesta quarta-feira, 6/6, equipamentos de combate a incêndio aos primeiros brigadistas formados na comunidade de Nova Jerusalém, localizada nos limites do Parque Nacional dos Campos Ferruginoso (Parna).  A ação soma-se aos esforços em várias frentes de atuação do Grupo de Trabalho de Combate à Incêndios de Canaã. O grupo é formado pela parceria entre Prefeitura Municipal, ICMBio, Corpo de Bombeiros, Ministério Público,Agência de Desenvolvimento de Canaã, Comitê de Educação Ambiental, comunidade e outros.

O período de junho até setembro é historicamente conhecido no sudeste do Pará pela estiagem das chuvas, clima seco e altas temperaturas, que aumentam os riscos de incêndios florestais. No ano passado, um total superior a 7 mil hectares do recém-criado Parque Nacional foi atingido por incêndios.

Para o morador da Agrovila, Paulo Henrique de Oliveira Campos, o curso foi muito proveitoso e mais que um treinamento, foram formados novos defensores da Amazônia. “A Floresta Amazônica ganha mais pessoas que são defensoras da Amazônia, porque nós temos a consciência de que é preciso preservar o meio ambiente. E essa brigada vem para somar e tentar, pelo menos, amenizar esse problema na Amazônia, que é a questão do fogo”,  disse o mais novo brigadista

Por meio de treinamento de 8 horas ministrado pela equipe de emergência e de meio ambiente do Complexo S11D, o total de 15 pessoas da comunidade une-se ainda mais agora à preservação do Parque.  O curso envolveu aulas teóricas e práticas referentes a conceitos ambientais sobre queimadas, a importância da prevenção e do monitoramento, além de noções básicas para o primeiro combate em um princípio de incêndio. Os kits entregues contém bombas de água costais, abafadores, rastelos, ferramentas agrícolas e equipamentos de proteção individual.

A empresa está apoiando o Grupo de Combate à Incêndios ainda com outras ações preventivas como a construção de aproximadamente 50 km de aceiros (uma faixa livre de vegetação, onde o solo fica descoberto e que contribui para que o fogo não se alastre), preparação de equipes e o repasse de recursos à Agência Canaã, que adquiriu e entregou equipamentos de combate a incêndio aos brigadistas de Canaã em convênio com a prefeitura. A Vale mantém convênio com investimentos na prevenção de incêndios, garimpo ilegal e desmatamento no conjunto de unidades de conservação de Carajás. Em 2016, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e a Prefeitura Municipal inauguraram Complexo de Segurança em Canaã, reunindo Polícia Militar, Civil e quartel do Corpo de Bombeiros. A construção do Complexo teve aporte financeiro de R$ 2,5 milhões da Vale, como parte dos investimentos pela implantação do S11D.

Faça a sua parte

A atitude de cada cidadão é um dos principais aliados na proteção da Floresta Amazônica, nesta época do ano.

  • Evite queimadas: não queime lixo e evite usar o fogo para limpeza de terrenos;
  • Descarte o lixo no lugar certo. Latas e cacos de vidro podem se aquecer ao sol e iniciar um incêndio;
  • Enterre a fogueira de acampamentos antes de deixar o local. Também não se esqueça de apagar o fogo usado para espantar mosquitos;
  • Não lance pontas de cigarro pela janela do carro ou próximo à vegetação, devido à baixa umidade deste período, a vegetação se incendeia com muita facilidade;
  • Pescadores e outras pessoas que se dedicam a trabalhos noturnos também devem ter cuidado com velas, lampiões e outros materiais inflamáveis.

Os incêndios florestais provocados pelo homem colocam os animais em risco, destroem a vegetação, poluem cursos d’água, enfraquecem o solo, causam erosões e a fumaça causa acidentes nas estradas e ainda agrava problemas respiratórios.

Sobre o  Parna

Com 79 mil hectares de área ocupada entre Parauapebas e Canaã dos Carajás, o Parque Nacional dos Campos Ferruginosos abriga importante ecossistema, com lagoas, cavernas, fauna e flora típicas, presentes somente em formações ferríferas. A proposta foi criada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em conjunto, com a Vale para proteção integral de uma área testemunho, ou seja, em que não há possibilidade de usos e exploração dos recursos naturais.

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!