Publicidade

Corpo de Bombeiros orienta contra queima de fogos durante o réveillon em Parauapebas

Para garantir a tradição na virada do ano é preciso ter cuidado no manuseio do produto

Há poucas horas para a chegada do ano novo, muita gente já se prepara para a tradicional queima de fogos que costuma colorir o céu durante a noite da virada. Mas para garantir a tradição no réveillon, é preciso ter muitos cuidados para evitar acidentes.

Saraiva publicidade

Segundo o sargento Helton Pimentel, do Corpo de Bombeiros de Parauapebas, o consumidor deve primeiramente ao adquirir fogos de artifício, ler as instruções que são estampadas nas embalagens.

“Na embalagem vem informações sobre quem pode comprar o material, que no caso é somente adultos, além de advertências quanto ao manuseio e orientações para utilizar o produto. Outra situação que é bem importante observar, é o rótulo de risco e o painel de segurança que vem especificando o tipo de produto e o risco que ele oferece para quem está manuseando”, explica o sargento.

Vale ressaltar que o produto deve ter a certificação do Exército Brasileiro, que tem mapeado os compradores de todo o país. Para comercializar fogos e rojões, os comerciantes precisam obedecer alguns critérios.

“O comerciante que deseja vender os fogos de artifício precisa ter algum registro na Prefeitura e também autorização do Corpo de Bombeiros para poder adquirir o produto, pois a quantidade é limitada para cada comerciante”, diz o militar.

Helton Pimentel ainda ressalta que os fogos só devem ser manuseados por pessoas maiores de 18 anos. E entre os principais cuidados, se deve acender os produtos longe da rede elétrica.

“A atenção é redobrada neste momento, pois têm produtos químicos, e pólvora provoca a explosão. Para soltar fogos com segurança, o usuário deve encaixar de três a quatro canudos que devem ser apontados para cima”, destaca o sargento.

Reportagem: Anne Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu