Publicidade

Dia do Círculo de Oração é comemorado com sessão solene na Câmara Municipal

Comemorado no dia 6 de março, o Dia do Círculo de Oração foi celebrado com a realização de uma sessão solene na Câmara Municipal, na última quarta-feira (6). A solenidade foi proposta pelo vereador Marcelo Parcerinho (PSC), por meio do Requerimento nº 1/2019, e aprovada por todos os parlamentares.

A sessão solene contou com a participação do presidente da Câmara, vereador Luiz Castilho (Pros), e de Maridé Gomes (PSC); pastores, coordenadoras, assessoras e supervisoras dos grupos de oração e fiéis de igrejas assembleianas.


O Dia do Círculo de Oração foi inserido no calendário oficial de eventos de Parauapebas por meio da Lei Municipal nº 4.762, de 30 de outubro de 2018, de autoria de Marcelo Parcerinho.

Na abertura da solenidade, Parcerinho leu a justificativa do projeto, afirmando que o dia 6 de março de cada ano marca a data de fundação do “Círculo de Oração”, considerado uma das maiores reuniões das igrejas Assembleias de Deus no Brasil, criada pela senhora Albertina Bezerra Barreto, em Recife (PE), no ano de 1942. Desde então, o trabalho iniciado por essa senhora ultrapassou as barreiras geográficas e tornou-se uma prática comum em quase todas as igrejas pentecostais do Brasil.

Marcelo Parcerinho ressaltou que a sessão solene foi uma maneira de homenagear o trabalho que as mulheres fazem nos círculos de oração, independentemente da denominação.

Aceitei Jesus pela interseção de uma irmã do círculo de oração. A irmã Maria Augusta, que me incomodava, me enquadrava e hoje estou aqui para honra e glória do senhor. Às irmãs que oram, não só por mim, mas por toda essa Casa, pela cidade, o município tem uma dívida muito grande com vocês, que visitam presídios, hospitais. Que oram pela restauração das famílias. Aceitem essa sessão como uma homenagem de coração a vocês. Devo minha vida a Jesus e a interseção de vocês do círculo de oração, que me deu tudo que tenho”, enfatizou Marcelo Parcerinho.

Maridé Gomes também relatou a importância do grupo de oração na vida dele, no momento em que esteve bastante doente, quase desacreditado. “Tenho muita propriedade para falar do círculo de oração, não só de Parauapebas, mas dos que existem em todo Brasil. São mulheres comprometidas com a obra de Deus, que tem esse chamado divino da interseção. Louvo a Deus pela vida de vocês, porque se não fosse pelas orações de vocês o Brasil estaria bem pior do que está hoje. Vocês oram em favor de todos. O trabalho de vocês está sendo reconhecido por meio desse projeto que criou o Dia do Círculo de Oração. Isso ainda é pouco para a importância que vocês têm, mas vossa recompensa vem de Deus”.

Para Luiz Castilho, os testemunhos dados durante a sessão demonstraram o quanto é importante o trabalho dos círculos de oração para a recuperação de pessoas e evangelização. “A Câmara é mais ou menos como um círculo. Aqui representamos a sociedade, a sociedade é representada pela família, a família é representada pela mulher. O ente mais importante da família é a mãe, a matriarca, a mulher. A mulher, representando a sociedade, a família e a igreja, é a base de tudo. Se não tivéssemos fé, não sei o que seria de nós. Ainda bem que temos as mulheres nesse círculo de oração para fazer com que as pessoas cresçam e elevem a sua fé, pelo bem da humanidade. Parabéns pelo trabalho de vocês. Desejo que fiquem igual a um manancial e não sequem, que a fé de vocês fique cada vez mais elevada”.

Por fim, a coordenadora geral do Círculo de Oração da Igreja Assembleia de Deus Missão, Socorro Lima, agradeceu em nome das mulheres membros dos grupos de oração. “Hoje, nós, as mulheres pentecostais, estamos em festa. O motivo é que esta Casa de Leis instituiu o dia 6 de março como o Dia Municipal do Círculo de Oração. Sentimo-nos honradas e agradecidas ao vereador Marcelo Parcerinho, autor do projeto, bem como aos demais vereadores que apoiaram essa iniciativa. Isto visa reconhecer os trabalhos prestados a essa coletividade pelo círculo de oração. Continuaremos nosso ministério intercedendo a Deus em favor das autoridades constituídas, para que exerçam seus mandatos com sabedoria e retidão. Marcelo, nós te amamos no amor de Cristo Jesus”.

Após os discursos, foram realizadas apresentações de cânticos, louvores e pregações bíblicas.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu