Banner Educar


ELEIÇÕES 2018: Em pesquisa sem Lula, Bolsonaro lidera e empata com Marina no 2º turno

ELEIÇÕES 2018: Em pesquisa sem Lula, Bolsonaro lidera e empata com Marina no 2º turno
Foto: Divulgação
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a primeira colocação em pesquisa de intenção de voto CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira no cenário em que aparece como candidato, enquanto o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) segue na liderança nos cenários sem o petista.

Lula registrou 32,4% das intenções de voto, à frente de Bolsonaro (PSL), com 16,7%, e Marina Silva, da Rede, com 7,6%. Na pesquisa anterior, de março, Lula tinha 33,4%, Bolsonaro tinha 16,8% e Marina aparecia com 7,8%.

Em cenário sem Lula, Bolsonaro aparece no levantamento deste mês em primeiro lugar com 18,3%, à frente de Marina, com 11,2 %, e com Ciro Gomes, do PDT, em terceiro, com 9%. No levantamento de março, Bolsonaro tinha 20% no cenário sem Lula, enquanto Marina aparecia com 12,8%, e Ciro tinha 8,1%.

Nos cenários de simulação de segundo turno, Lula é o vencedor em todas as disputas em que aparece como candidato. Sem o petista, Bolsonaro é quem aparece na liderança em quase todos os cenários, mas o deputado empata com a pré-candidata da Rede, ambos com 27,2%, e também ocorre um empate técnico dele com Ciro Gomes. Nesse caso Bolsonaro tem 28,2% das intenções de voto, e o pré-candidato do PDT acumula 24,2%.

Segundo o presidente da CNT, Clésio Andrade, a desistência do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa de concorrer à Presidência da República pelo PSB ainda não produziu efeitos nos índices dos demais concorrentes. “Não foi para candidato nenhum, foi para branco, nulo e indeciso”, disse em entrevista coletiva.

O diretor-executivo do Instituto MDA, Marcelo Souza, apontou ainda que o patamar de brancos, nulos e indecisos também é alto — supera os 50% na maioria dos cenários de segundo turno em que Lula não aparece como candidato.

A pesquisa entrevistou 2.002 pessoas em 137 municípios, entre os dias 9 e 12 de maio. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Lula está preso há mais de um mês em Curitiba. Ele cumpre pena de 12 anos e 1 mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá. Ele deve ficar inelegível e consequentemente impedido de entrar na disputa por causa da Lei da Ficha Limpa.

Fonte: Portal Extra

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!