Publicidade

Em 12 meses, indústria paraense gerou 1.800 novas vagas

O setor da indústria de transformação no Pará gerou 1.800 novos postos de trabalho nos últimos 12 meses e teve crescimento de 0,97% em relação aos sete primeiros meses do ano no Estado, segundo uma pesquisa do Dieese-Pa (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócioeconômicos), divulgada nesta quarta-feira (27).

Segundo os números do Dieese-Pa, nos últimos 12 meses, o Pará teve crescimento de 2,01% na comparação entre admitidos e desligados na indústria de transformação. Em todo o Estado foram realizadas 44.628 desligamentos, gerando um saldo positivo 1.801 postos de trabalho. Entre todos os Estados do Norte, o Pará foi destaque com a geração de 1.801 postos; seguido do Tocantins, com 1.670 novos empregos; e Amazonas, com 1.183 vagas. O Acre teve queda 464 empregos. Em todo o Norte, a indústria de transformação teve um saldo positivo de 4.990 postos de trabalho e crescimento de 1,68% na geração de empegos.


Em relação aos sete primeiros meses do ano, o setor teve crescimento de 0,97% no Pará, com a geração de 876 novos emregos. No mesmo período, a situação foi inversa, porque o saldo negativo do período foi de menos 561 postos de trabalhos. Em toda a região Norte, houve saldo negativo no setor, com decréscimo de 0,36% e saldo de menos 1.083 postos. O Pará foi o segundo estado, com saldo positivo de 874 novos empregos e ficou atrás do Tocantins, com a geração de 1.391 novas vagas de trabalho.

Reportagem e foto: ORM News

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu