Publicidade

Escola Carlos Henrique realiza Projeto Carnaval Educativo

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Carlos Henrique realiza pelo segundo ano consecutivo o Projeto Carnaval Educativo, que este ano teve como tema “A mulher no carnaval de corpo e alma”. A culminância do projeto ocorreu na última quinta-feira (27) e sexta-feira (28), com uma programação diversificada.

Palestras, painéis, serviços de saúde, apresentações carnavalescas, exposições, desfiles de fantasias, entre outras atividades, que envolveram as disciplinas de cada turma, estavam na programação.
Os trabalhos apresentados pelos alunos do 1º ao 4º ciclo foram baseados nas seguintes escolas de samba: Imperatriz Leopoldinense, que no ano de 1997 abordou o tema “Sou da lira não posso negar”, prestando homenagem à compositora Chiquinha Gonzaga; à Unidos do Viradouro, com o enredo de 2004, “Festa do Círio de Nazaré”; e a Grande Rio, com o enredo de 2003, “O nosso Brasil que vale”, homenageando as mulheres da região sudeste do Pará que trabalham com minério.


De acordo com o diretor da escola Carlos Henrique, Serafim Fernandes, o objetivo do projeto foi alcançado com sucesso. “A nossa meta foi alcançada mais uma vez. O carnaval é cultura, pudemos abordar isso com os nossos alunos e todos os seus familiares, o projeto é de grande valia para todos nós”, disse o diretor.
Para Isabelly Cristina, de 13 anos, aluna do 9º ano, o projeto lhe trouxe um grande aprendizado. “Achei o projeto maravilhoso e pude aprender muitas coisas, principalmente respeitar o próximo, inclusive as pessoas com deficiência. Me diverti muito com meus amigos”, relata a aluna.

Os alunos da sala multifuncional apresentaram, em painéis, o histórico do carnaval, o carnaval paraense e a biografia de Chiquinha Gonzaga. Na tarde da sexta-feira foi escolhida a Rainha do Carnaval da Escola Carlos Henrique disputado entre as professoras da escola.

Reportagem e foto: Luzandra Vilhena

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu