Publicidade

Espertinho tenta beneficiar presos com droga e celular e vai preso

Depois de puxar cerca de sete meses de cadeia e ficar quarenta dias fora das grades, Marcos Aurélio Costa Silva, 28 anos, voltou a ver o sol nascer quadrado, ao ser flagrado na manhã de quinta-feira (17 de abril), na área de segurança, pelos agentes prisionais da SUSIPE, tentando repassar para um detento da área carcerária do bairro rio Verde, em Parauapebas, uma moqueca de entorpecente e um celular.

Preso em flagrante o vacilão foi entregue à guarnição do sargento Evaldo e apresentado na 20ª Seccional de Polícia Civil, para o delegado plantonista Nelson Alves Júnior.


Ouvido pela reportagem, o reincidente disse que quando saia de lá, um dos detentos teria dado a droga para ele guardar em casa, e na hora em que foi pego só estava tentando devolver a droga para seu real dono. Porém perguntado de quem seria a trouxinha, ele disse não saber o nome.

Por mais essa, Marcos Aurélio foi novamente autuado no artigo 33 da Lei 11.343/2006, só que desta vez ele abusou da sorte tentando repassar droga para dentro do presídio.

Reportagem e foto: Caetano Silva – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu