Publicidade

Estacionar veículos é missão difícil em Parauapebas

A busca por uma vaga nos estacionamentos de Parauapebas pode levar horas e às vezes terminar sem o resultado esperado, ou vindo a estacionar bem distante de onde gostaria.

Isso acontece em diversos pontos da cidade, principalmente nas proximidades de centros comerciais ou de agências bancárias e praças.


Uma equipe de reportagem do Portal Pebinha de Açúcar saiu à procura de uma vaga, de forma experimental, e por onde passou – ruas E e F, no Bairro Cidade Nova; e ruas Do Comércio e JK, Bairro Rio Verde; além de praças e estacionamentos que margeiam a Rodovia PA 275 – os lugares se encontravam superlotados e motoristas na busca de espaço para estacionar.

Ouvidos pela reportagem, alguns motoristas se demonstraram insatisfeitos com a situação que encaram todos os dias nos estacionamentos.

Um deles é Milson Belfort, funcionário do Samu, que falou do problema. “Isso é uma grande dificuldade aqui em Parauapebas. Além de não termos estacionamentos, somos cobrados pela prefeitura através de fiscalização do DMTT”, reclama.

Manoel Messias, eletricista aposentado, também reconhece a dificuldade para estacionar. “Isso aqui é um problema antigo. Neste horário a gente não encontra vagas e é obrigado a estacionar mais longe ou continuar procurando espaço”, conta Manoel Messias, propondo que sejam feitos mais estacionamentos para facilitar a vida dos condutores.

 

Os motoristas são auxiliados pelos flanelinhas, que orientam a entrar e sair do estacionamento para que sejam evitados acidentes. E tão logo entram no estacionamento, o condutor já espera que um deles sinalize se há vagas ou não.

Fábio Santos Cardoso é um deles. Ele trabalha há 12 anos em um estacionamento no entorno da PA 275 e sabe bem como é o movimento por ali. “Aqui quando sempre está lotado de segunda a sexta-feira. É grande o número de condutores que passam dentro do estacionamento e não conseguem uma vaga, principalmente nas proximidades das agências bancárias”, relata Fábio, que também dá por solução a abertura de mais estacionamentos.

Mas não é apenas a falta de espaço para estacionar que dificulta a vida dos condutores, mas, também, o mau uso deles, pois grande parte é usada por donos de lojas de veículos usados que expõem os carros nos estacionamentos, transformando-os em uma extensão de seu negócio.

Há ainda trailers de lanches que se apossaram dos espaços públicos de forma definitiva, ficando no local 24 horas por dia.

Reportagem: Francesco Costa / Fotos: Douglas Camargo | Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu