Publicidade

Estudantes da rede pública iniciam cursos profissionalizantes gratuitos

A atuação constante da União Municipal de Estudantes de Parauapebas (Umespa), já iniciada através de parceria com os poderes Executivo e Legislativo, será a qualificação de jovens, através de cursos profissionalizantes, oferecendo neste primeiro momento os seguintes: atendente de farmácia, auxiliar de recursos humanos e assistente de contabilidade. Os cursos iniciaram na última segunda-feira (22), no Centro Universitário de Parauapebas (Ceup). No mês de novembro serão ministrados os cursos de informática avançada e web designer.

“Quaisquer que sejam as ações, elas só são possíveis com a parceria do poder público e o apoio dos estudantes, que têm nos dado a oportunidade de pôr em prática os projetos construídos juntamente com eles”, afirmou Alessandro Santos Lima, esclarecendo que a Umespa apenas executa os projetos que visa atender à categoria dentro de suas prioridades.

Saraiva publicidade

As ações propostas neste plano visam promover o fortalecimento do protagonismo juvenil, através de atividades educativas e culturais, com capacitação e formação social disponibilizadas aos estudantes de educação básica da rede pública de ensino do município de Parauapebas.

O Projeto “Cultura e educação, juventude em ação” é fomentado pelo governo municipal, através do Convênio nº 017/2018, com recurso disponibilizado por meio de emendas parlamentares da vereadora Joelma Leite (nº 036/2017) e do vereador Zacarias Marques (nº 165/2017).

De acordo com estatísticas da Secretaria Municipal de Educação, Parauapebas possui uma extensa rede de ensino que compreende a zona urbana e rural, organizada em seus distritos administrativos.

E é exatamente neste universo educacional e estudantil que a Umespa objetiva atuar com a presente proposta de plano de trabalho que destina ações especificas aos estudantes e público contemplado neste plano.

A entidade estudantil tem como principais objetivos neste primeiro momento a constituição, conscientização e sensibilização de 20 diretorias de grêmios estudantis e a doação de três mil carteiras de identificação estudantil.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu