Publicidade

Evento debate mineração e sua relação com as comunidades

É possível conciliar o desenvolvimento com a qualidade de vida? É possível implantar empreendimentos de mineração em harmonia com as comunidades que sofrem influência dos projetos e com o meio ambiente? Como evitar os conflitos entre as comunidades e as companhias mineradoras? Como compatibilizar a atividade de mineração com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU? De que forma a mineração pode ser um indutor do desenvolvimento regional e ao mesmo tempo manter as características peculiares dessas regiões? Estas são algumas das perguntas a serem respondidas pelos participantes do 2º Seminário Mineração &X Comunidades, que se realiza em Belém, nos dias 24 e 25 outubro.

O encontro tem o objetivo de promover o diálogo entre os diversos atores, entre eles mineradoras, organizações empresariais do setor, ONGs e Academia a fim de que se possa, através da discussão dos diversos pontos de vista, identificar interesses comuns e evitar os conflitos. O evento também vai possibilitar aos participantes a visita às operações de caulim da Imerys no Pará, hoje maior beneficiadora do minério no mundo.


Belém foi escolhida por ser a capital do segundo maior estado minerador do País e por estar na Amazônia, uma região rica em biodiversidade. O Pará abriga hoje algumas das principais mineradoras do país, como Imerys, Vale, Votorantim, Companhia Brasileira de Alumínio, Mineração Rio do Norte e também empresas de menor porte. Segundo dados do Anuário Mineral do Pará, o setor mineral possui forte participação na balança comercial, respondendo por mais de 85% das exportações paraenses, desenvolvendo a economia e a sociedade local. Até 2022, o segmento deve gerar 91 mil postos de trabalho.

O evento deverá reunir 150 pessoas, de várias regiões do Brasil e contará com apresentações de dirigentes de empresas e entidades de renome, como Ministério de Meio Ambiente, Ministério de Minas e Energia, Ministério Público Estadual. Também fará parte do evento a realização de um encontro para discutir o programa “Mapeando os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) na mineração brasileira”, organizado pela Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (MME). O encontro será coordenado pela diretora de Desenvolvimento Sustentável na Mineração da SGM-MME, Maria José Salum.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu