Publicidade

Feira do Pescado foi bastante movimentada no primeiro dia

Nas primeiras horas em que foi instalada em Parauapebas, na manhã desta quarta-feira (22), numa área do Centro de Abastecimento de Parauapebas (CAP), ao lado do supermercado HiperSena, a Feira do Pescado começa a agradar a preferência do consumidor, que tem a oportunidade de adquirir peixe de várias espécies de qualidade e preço abaixo do mercado, durante três dias (quarta, quinta e sexta-feira).

De acordo com Haésio Gomes, representante da empresa Forte do Pescado, a feira trouxe a Parauapebas dois caminhões contendo mais de 20 toneladas de pescado distribuídas em 19 espécies de peixes, a maioria da água salgada, com preços a partir de cinco reais o quilo.

Saraiva publicidade

Para a consumidora Edivânia Souza Rocha, a iniciativa de o governo estadual, em parceria com a prefeitura local, em trazer produtos de pesca à comunidade é muito louvável. “Achei muito interessante o preço do camarão rosa empanado [R$16 a bandeja] e estou comprando. Só achei meio salgado o preço do camarão rosa a granel, a R$45 o quilo”, explica a dona de casa.

Já Luana Dinelli se disse surpresa com a Feira do Pescado na cidade, “e estou aqui adquirindo alguns produtos do mar, uma novidade em Parauapebas, e ainda mais com preços mais justos”.

Conforme explica Ronaldo Padilha, coordenador de pesca da Sepaq, a Feira do Pescado vem sendo realizada itinerariamente nos bairros de Belém e em cidades do interior do estado, sempre em parceria com as prefeituras.

“Estamos oferecendo peixes para todas as classes sociais, nas espécies de xaréu, sardinha, tainha, dourada, bacalhau, pintado [surubim], gó, salmão, camarão, lagosta e até lula”, enumera o coordenador de pesca da Sepaq.

Entre as espécies mais baratas estão o xaréu com cabeça (R$5 o quilo), sarda inteira (R$6), sardinha inteira (R$8) e gó charuto (R$10). Já o quilo do camarão rosa grande sem cabeça custa R$45, lombo de bacalhau desossado R$45 e cauda de lagosta a R$100 o quilo.

Reportagem: Waldyr Silva
Fotos: Anderson Souza

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu