Publicidade

Funcionários da Vale participam de assembleias para aprovação de Acordo Coletivo

A mineradora Vale apresentou na tarde de quarta-feira, 29 de abril, proposta de Acordo Coletivo Específico qualificando-a como “final” para discussão e decisão dos trabalhadores. A proposta foi divulgada internamente para aplicação sobre os trabalhadores nas Unidades de Carajás, Salobo, Serra Leste, Sossego e S11D.
Motivo que levou o sindicato Metabase Carajás, legitimo representante dos trabalhadores na indústria da extração do ferro e metais básicos do ouro e metais preciosos e de minérios não metálicos de Marabá, Curionópolis, Canaã dos Carajás e Eldorado do Carajás, a convocar Assembleias para pôr em aprovação dos trabalhadores as seguintes propostas da mineradora:

Reajuste de 5% nos salários de todos os trabalhadores, com o fim do pagamento dos 14º e 15º salários;


Pagamento em junho, junto com o salário de maio, o equivalente a 5/6 do salário base equivalente a 83,7% de 1 salário de cada trabalhador, para trabalhadores ativos até o dia 30 de abril, exceto os empregados ocupantes de cargos de gestão;

Não desconto das horas de paralização realizada no dia 15 na portaria industrial da N5;

Manutenção da ajuda de custo de moradia até o mês de junho para trabalhadores que já são contemplados pelo benefício;

Reajuste extra de 2,5% para trabalhadores que faziam jus ao benefício de ajuda de custo de moradia;

Manutenção de todos os demais benefícios do Acordo Coletivo Específico, dando como exemplo o adicional de turno de 18%, horas in itinere, cartão refeição, transporte gratuito e outros;

Garantia de emprego, praticando demissões apenas dentro dos níveis histórico de rotatividade de mão de obra dentro das atuais condições de mercado;

Compromisso de, em 60 dias, solucionar a questão das horas de espera na marcação do ponto, inserir na jornada administrativa o tempo adicional de deslocamento, garantindo ao sindicato realizar avaliação de monitoramento e cumprimento das condições negociadas em atendimento ao trabalhador.

A maratona de assembleias iniciou na tarde de segunda-feira, 4, no Complexo Esportivo Docenorte, em Carajás, onde reuniu pelo menos 4 mil trabalhadores das Minas de Carajás e Serra Leste.

O presidente do sindicato Metabase Carajás, Raimundo Amorim, o popular Macarrão, presidiu a assembleia, e após lidas as propostas foram aprovadas pelos presentes tendo apenas duas reprovações e duas abstenções.

Hoje, 5, terça-feira, será a vez dos trabalhadores da Mina do Sossego, se reunirem no Clube Sossego, em Canaã dos Carajás para conhecerem e votarem as propostas.

Já na quarta-feira, 6, também no Complexo Esportivo Docenorte, será a vez dos trabalhadores da Mina do Salobo apreciarem e votarem as propostas.
Sendo aprovadas pela maioria dos trabalhadores, elas seguem para a homologação da Justiça para que sejam cumpridas pela mineradora Vale.

Reportagem e foto: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu