Publicidade

Homem é assassinado em emboscada no Bairro Nova Carajás

Apesar dos esforços das autoridades em segurança para reduzir os números da criminalidade no município, Parauapebas continua mantendo alto o índice de homicídios. Desta vez, a vítima tombou no Bairro Nova Carajás, onde, em suposta emboscada, foi assassinada com vários disparos de arma de fogo.

O próprio filho relata que o pai, Deomar de Paiva Lima, estava em casa quando recebeu uma ligação de celular que o convidava a ir a um determinado lugar de onde recebeu a exata localização. “Percebi que, na tranquilidade que falava ao telefone, tratava-se de alguém em quem confiava”, relatou o filho de Deomar, que pediu para não ser identificado.

Saraiva publicidade

Ainda de acordo com o relator, o local em que Deomar estava sendo aguardado era nas proximidades do Mercadinho Ipê, próximo de um salão de beleza, na quarta rotatória da avenida principal de acesso ao Bairro Nova Carajás, onde, segundo testemunhas, logo ao chegar foi recebido a tiros.

Deomar ainda conseguiu correr aproximadamente 100 metros, percurso em que foi perseguido pelos atiradores que, de moto, o alcançaram e, mesmo ele já caindo, possivelmente sem vida, recebeu vários outros disparos.

 

A vítima era evangélica, morava em Parauapebas há cerca de dois anos, tinha 44 anos de idade, trabalhava com manutenção em aparelhos de refrigeração e, de acordo com conhecidos, não tinha inimigos declarados.

Os detalhes da vítima, bem como quanto ao número de disparos sofrido e ainda do calibre das armas usadas, o IML (Instituto Médico Legal) ainda não fez levantamentos, portanto, ainda sem suspeitos e linha de investigação definida.
A Polícia Civil trabalha para elucidar mais este crime que pontua na estatística de homicídios em Parauapebas.

Reportagem: Francesco Costa | Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu