Publicidade

Homem é executado com três tiros em Parauapebas

De acordo com informações repassadas à equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, era por volta das 14h30 desta terça-feira (5), quando um elemento até então não identificado, que estava em uma motocicleta Honda Broz, efetuou quatro disparos de arma de fogo calibre 380 contra a vítima identificada como Luciano Cardoso de Sousa, de 29 anos de idade, que veio a óbito na emergência do Hospital Municipal de Parauapebas.

Homens da Polícia Civil abriram inquérito para apurar os motivos da morte de Luciano e prender o suposto assassino que não deve dor de seu algoz, em crime cometido na Rua Perimetral Sul, esquina com a Avenida Presidente Kenedy, no Bairro Beira Rio, em Parauapebas.


A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar conseguiu conversar com exclusividade com uma irmã de Luciano Cardoso, identificada como Laiane da Conceição Sousa, que em entrevista, disse ter poucas informações sobre a morte de seu irmão, porém, afirmou que recentemente ele teria sofrido um atentado, quando um elemento, nas proximidades de sua residência, tentou o matar, porém, não conseguiu concluir o plano.

 

Um fato curioso é que Luciano Cardoso de Sousa, no momento em que foi alvejado, estava em uma moto com sua esposa, que está grávida de sete meses, e usava um colete à prova de balas, porém, como os tiros foram na região da cabeça, sua morte foi inevitável. “Ele estava com um colete à prova de balas. Luciano tinha me dito que iria comprar um, pois a gente gosta de militarismo. Não sabia que ele tinha comprado esse colete, fiquei sabendo hoje”, relatou a irmã da vítima fatal.

Luciano Cardoso de Sousa já trabalhou como mototaxista por um período em Parauapebas, mas de acordo com sua irmã, recentemente ele deixou a profissão e estava trabalhando com um restaurante. A vítima deixa esposa grávida de sete meses e também um filho de onze meses de nascido.

Foto de documento da vítima fatal

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu