Publicidade

Homens seguem ambulância, retiram ferido e o executam em Eldorado do Carajás

Um caso inusitado e de extrema violência assustou moradores do município de Eldorado do Carajás, distante 60 quilômetros de Parauapebas. Na noite de ontem (3), policiais militares tomaram conhecimento de uma confusão no bairro “Favelinha”, no KM100, que resultou em três tentativas de assassinato, sendo que dois foram feridos a tiros e encaminhados ao Hospital Municipal de Eldorado.

A princípio, os feridos foram identificados como José Batista de Sousa e Wellinton Sousa da Silva. A reportagem conseguiu apurar junto a polícia, que durante a refrega entre criminosos, Wellinton teria sido baleado e José Batista, desafeto do primeiro citado, também foi baleado e o autor do disparo teria sido o irmão de Wellinton.


 

José Batista foi escoltado pela polícia até Marabá

 

Pela gravidade do ferimento, Wellinton Sousa teve que ser transferido para a cidade de Marabá, a 100 quilômetros de Eldorado.

A ambulância já percorria a BR-155 em sentido a Marabá, quando criminosos em um carro ordenaram a parada do veículo de socorro. Eles arrastaram Wellinton Sousa para fora da ambulância pelos pés e o executaram ali mesmo na frente dos profissionais de saúde, que não foram feridos.

Após o homicídio, José Batista, o outro ferido, também foi encaminhado para Marabá, mas com escolta policial.

 

RIXA ENTRE BANDIDOS RIVAIS

A reportagem também apurou que, toda a confusão foi um desentendimento entre rivais do bairro “Favelinha”. De acordo a polícia, José Batista de Sousa e Wellinton Sousa da Silva – o morto – eram integrantes de quadrilhas responsáveis por vários crimes na região sudeste do Estado.

Os grupos já estavam sendo monitorados pela polícia, que confirmou a reportagem que são bandidos de alta periculosidade. O que aconteceu em Eldorado, foi bandido contra bandido, com resultado de uma morte e um ferido. A rixa tende a se estender.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu