Publicidade

I Piquenique de grávidas é realizado em Curionópolis

A Prefeitura Municipal de Curionópolis realizou na manhã desta terça-feira o I Piquenique de Grávidas de Curionópolis no canteiro da PA-275. O evento foi organizado pelo Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS).
A atividade é uma novidade no município. A iniciativa faz parte do Programa de Incentivo a Amamentação, a Gravidez e a Primeira infância que fortalece as políticas públicas para as mulheres da cidade.
“Essa parceria entre a saúde e a assistência social vai possibilitar que as mulheres sejam assistidas desde o início da gravidez e durante o crescimento das crianças até seis anos de idade de acordo com o Programa Criança Feliz”, afirmou a secretária de assistência social Cristina Salazar.
O acompanhamento já é realizado por enfermeiras e a nutricionista do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) que atendem sete grupos de gestantes. As grávidas passam por pesagem, recebem orientações nutricionais e informações sobre a saúde do bebê até o nascimento da criança. A assistência continua mesmo após o parto dessa vez para o acompanhamento do crescimento da criança.
“Algumas mães depois que a criança faz um ano de idade, se esquecem de voltar a unidade, acham que os bebês não precisam mais serem acompanhados e nós estamos tentando resgatar esse vínculo novamente”, explicou a nutricionista Denise Rodrigues.
Em busca de melhorias, o governo municipal tem investido na saúde e em programas sociais que refletem no aumento da qualidade de vida de crianças, mulheres e idosos. Para a enfermeira Poliana da Cunha, “ações como essa trazem informações que beneficiam as gestantes e as pessoas do círculo social delas e além de incentivar outras mulheres a buscarem realizar o pré-natal mais precocemente”.
Deuselice Alvares está grávida de oito meses e foi uma das participantes da programação. “Nós que estamos gestantes nos sentimos privilegiadas! Erámos esquecidas e agora somos lembradas. E hoje durante o café da manhã recebemos informações importantes sobre depressão pós-parto, sobre os benefícios sociais que as grávidas têm direitos e eu não sabia. Até nossos exames e ultrassom estão mais fáceis de conseguir. Na minha primeira gestação eu só fiz duas ultrassons e agora nessa gestação eu já realizei quatro, as coisas estão evoluindo”, disse.
Outra razão pela qual o município está tendo um aumento na realização imediata do pré-natal se dá pela busca dessas mulheres pelos Agentes Comunitários de Saúde. A equipe também disponibiliza de dois dias da semana para realização desse procedimento em todas as unidades de saúde do nosso município.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu