Publicidade

Jornalista Lima Rodrigues tenta encontrar família de Cláudia em São Paulo

O nome dela é Cláudia Ferreira da Conceição. Ela fará 49 anos de idade dia 24 de novembro. Nasceu em Santo Amaro, bairro de São Paulo. Apesar de ter distúrbios mentais (não graves), disse que sua mãe ficou morando em Santo Amaro quando ela e sua irmã Luciana foram trazidas para o Pará pelo seu pai, José Emanuel de Moraes, de origem portuguesa, mais conhecido por “Careca”. A mãe da Cláudia é a pernambucana Maria Creusa Ferreira da Conceição. Segundo Cláudia, ela ainda deve morar em Santo Amaro. Disse ainda que seu pai teve outra filha, Sandra, mas fora do casamento.

Obtive informações e fiquei sabendo que o pai de Cláudia foi proprietário do Restaurante Palhoça, que funcionou na década de 1980 a onde hoje é a Casa de Detenção do Bairro Rio Verde, em Parauapebas (PA). Para Cláudia, seu pai já deve ter falecido. Após esta publicação, uma pessoa entrou em contato comigo e informou que o “Careca” morreu há mais de onze anos.


Cláudia revelou que não se dava bem com sua madrasta e saiu de casa. Ficou vagando pelas ruas de Parauapebas, consumiu bebida alcoólica e acabou convivendo durante um bom tempo com alcoólatras em uma área que ficava perto da antiga feira da cidade, no bairro Cidade Nova, denominada popularmente por “Pé Inchado”. O prédio da feira já foi demolido pela administração anterior e os dependentes do álcool foram levados para um abrigo. Nos últimos meses, alguns voltaram para as proximidades do antigo “Pé Inchado”. Todos precisam de ajuda.

No caso da Cláudia, um belo dia ela foi “resgatada” da rua pela senhora Albertina de Oliveira, que morreu há três anos. Com a morte de dona Albertina, a irmã dela, Maria de Lourdes de Oliveira, passou a cuidar da Cláudia, também com muito carinho e com quem ela mora até hoje no bairro Rio Verde, em Parauapebas.

Apesar de seus distúrbios mentais e ter a parte direita do corpo paralisada por causa de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), Cláudia é afável, simpática, sorridente, alegre e carinhosa. O sonho dela é receber um abraço de sua mãe, de suas irmãs ou de algum parente.

Se você conheceu o pai da Cláudia, o “Careca”, que foi dono do Restaurante Palhoça e tem notícias sobre a família dele, entre em contato comigo pelo zap (94) 99222-7140.

E se você que tem amigos em São Paulo e no bairro Santo Amaro, na capital paulista, compartilhe esta história e me ajude a encontrar a família da Cláudia Ferreira da Conceição. Sua colaboração, com certeza, deixará a Cláudia muito feliz.

Muito obrigado! Deus no comando!
Um forte abraço do amigo Lima Rodrigues

Se é para o bem, estou dentro.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu