Publicidade

Josineto Feitosa abre série de entrevistas “Café com a Imprensa” da Câmara de Parauapebas

 

Nossa equipe fez parte da entrevista coletiva, confira os tópicos respondidos na íntegra por Josineto Feitosa;


Educação
Perguntado pela crise na área de educação que a Prefeitura Municipal de Parauapebas passa, inclusive com a exoneração da ex-secretária de educação Francisca Ciza, o presidente da Câmara disse as seguintes palavras:

“Na época da campanha eleitoral fomos para as ruas de Parauapebas vender uma proposta de mudança, e o nome da Ciza não representaria a mudança proposta em campanha aos populares em minha opinião. Acho que o atual governo colocou várias pessoas no lugar errado. A educação precisa ser tratada com mais seriedade em Parauapebas, infelizmente várias pessoas ocupam cargos públicos e pensam que são donas de Parauapebas. Não tenho nada contra a Francisca Ciza, mas infelizmente ela não fez um bom trabalho”.

Planejamento:
Outro assunto polêmico discutido na entrevista coletiva entre os jornalistas e o vereador Josineto, foi em relação a atuação do atual titular da Secretaria Municipal de Planejamento, senhor Célio Costa. Josineto foi enfático ao responder aos profissionais de imprensa:

“O senhor Célio Costa veio para resolver os problemas de Parauapebas e até agora não resolveu nada infelizmente. Ninguém se sente confortável com a presença dele no próprio governo e isso infelizmente vem fazendo com que o governo se desgaste em quase todos os setores por causa de incompetência deste senhor.
O prefeito Valmir Mariano pecou em colocar pessoas no governo que não conhecem a realidade de nossa cidade. No caso do Célio Costa que até poucos dias morava em hotel, se colocarem ele em um bairro da cidade, ele nem sabe chegar até a sua casa, afinal, sabemos que ele não conhece o município.
A cidade parou e os secretários não têm culpa, o único culpado de todo esse travamento chama-se Célio Costa”.

Vale:
A falta de compromisso para com o município de Parauapebas por parte da mineradora multinacional Vale também foi questionada na entrevista coletiva. Josineto comentou:

“Os problemas são grandes e as ações foram pequenas. Vale e Parauapebas é um casamento, mas não é pelo fato de ter parceria que temos que esquecer das obrigações da multinacional.
A empresa deve ter esquecido que ainda no governo anterior fez o compromisso de duplicar a Rodovia Municipal Faruk Salmen, isso sem contar que uma linha férrea deve ser implantada dentro de nosso município, isso é uma vergonha.
Nos próximos dias iremos enviar à direção da Vale ofícios para que a mineradora informe à Câmara os investimentos feitos pela empresa nos últimos dez anos e nos futuros dez anos”.

Avaliação:
Finalizando a entrevista coletiva, o presidente da Câmara fez uma breve avaliação dos primeiros meses em que ele esteve à frente da Câmara Municipal de Vereadores de Parauapebas:

“Esses cinco meses tenho tranqüilidade em dizer que foram muitos difíceis, foram os cinco meses mais difíceis da minha vida. Preocupo-me muito e sei de minhas responsabilidades, às vezes não beneficio uma pessoa, mas elas esquecem que tenho toda uma cidade para assistir.
Tive um problema sério, muitas pessoas não se atentam, mas assumimos a câmara no prédio velho, esse prédio foi inaugurado ano passado sem estar pronto e esqueceram de responsabilizar quem cometeu o ato de inaugurar sem estar pronto, e infelizmente essa responsabilidade está em minhas costas.
Temos dificuldades e humildade para reconhecer que tenho errado tentando acertar, preciso ter mais preparo e estou buscando isso.
Estamos finalizando até a semana que vem todos os processos licitatórios, sem falar no campo minado que fiquei, pela forma que iniciou o meu mandato de presidente da Câmara, mas o que mais me deixa tranqüilo é que nada disso mudou minha maneira de pensar e de tratar as pessoas com humildade.
Sei que a Câmara de Vereadores está devendo para a sociedade e que esta casa tem a responsabilidade de ir ao encontro desses problemas que estão em percurso e também naqueles que podem surgir futuramente e fazer com que eles não aconteçam. Quero deixar claro que não sou contra o prefeito, sou contra os atos que não são de interesse dessa cidade”, finalizou.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu