Publicidade

Jovem morre ao esfaquear o próprio peito acidentalmente em frigorífico de Jacundá

Um jovem que trabalhava em um frigorífico morreu em um acidente após ser esfaqueado no peito pelo seu próprio instrumento de trabalho: uma faca de açougueiro. Hesley Matos estaria trabalhando com a lâmina na mão quando o gancho que segurava a carcaça do animal teria se soltado e batido no braço dele que segurava a faca. Com um corte profundo no peito, o jovem morreu mesmo após ser socorrido.

O acidente inusitado chocou os moradores de Jacundá, no sudeste paraense. Hesley, também conhecido como “Kerlly” por amigos e familiares, trabalhava em um frigorífico no centro da cidade. Na tarde de quinta-feira (12), ele terminava de limpar a carcaça de um boi, função que desempenhava há quase um ano.

Saraiva publicidade

Segundo colegas de trabalho, o gancho que segurava o corpo do animal soltou a peça de carne que, bastante pesada, bateu na mão do homem que segurava a faca. O objeto é muito afiado, pois é usado na finalização do processo de limpeza, sendo usado inclusive para contar músculos e cartilagem. A faca perfuro o peito de Hesley, na altura do coração.

Colegas correram para ajudar o jovem, mas era tarde demais. O jovem morreu poucos minutos depois ser ferido. Hesley era casado e deixa uma filha. O corpo do rapaz foi enterrado na tarde de ontem (13), no cemitério municipal de Jacundá.

Reportagem: Portal ORM

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu