Publicidade

Jovens católicos ensaiam para apresentar o Auto de Nazaré na programação do Recírio

É por meio de uma apresentação teatral que jovens de comunidades católicas de Parauapebas buscam contar um pouco da história da maior festa religiosa do Pará, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré.

O Auto de Nazaré começa no final dos anos 1700, no momento em que a imagem da santa foi encontrada pelo caboclo Plácido, às margens do Igarapé Murutucu. O jovem que dá vida a este personagem conta que a emoção é grande, afinal de contas foi naquele momento em que tudo começou.
“Estamos ensaiando bastante, alinhando a apresentação a cada dia. O objetivo é que no dia tudo saia perfeito e o público fique encantado”, relata o estudante Marcos Carvalho.

Saraiva publicidade

O que poucos sabem é que a história do Círio é marcada por momentos conturbados. Entre os anos de 1926 e 1931, o então bispo do Pará Dom Irineu Joffily mandou retirar da procissão a corda que fica atrelada à berlinda. A notícia gerou insatisfação popular e até manifestações foram realizadas. Mas, foi com a ação do interventor do Estado, Magalhães Barata, que o impasse foi resolvido. O bispo voltou atrás na decisão e o Círio voltou a ser realizado de forma tradicional.
“É uma parte da história pouco divulgada que iremos levar para o auto de Nazaré. Será uma forma de conhecer ainda mais a história dessa manifestação religiosa tão tradicional em nosso estado”, enfoca o diretor Tonico Ferreira.

 

A peça teatral será fiel a algumas passagens histórias em torno do círio. E um dos momentos mais marcantes que será encenado pelos jovens é a procissão, claro. Principalmente, o sacrifício de promesseiros que participam da corda.

De acordo com Letícia Bruna, uma das jovens que vão participar do Auto de Nazaré, a apresentação vai informar, encantar e evangelizar o público.
“É falar de fé, de amor, de esperança, sem dúvida será um momento muito especial”, descreve a estudante.

A apresentação do Auto de Nazaré será realizado no dia 28, no Recírio. A programação está marcada para começar às 19h30 com uma grande missa, na praça de eventos.

Reportagem: Anne Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu