Banner Educar


Junta de Serviço Militar entrega Certificado de Dispensa de Incorporação para 240 alistados em Parauapebas

Junta de Serviço Militar entrega Certificado de Dispensa de Incorporação para 240 alistados em Parauapebas

Em cerimônia simples, que contou com a participação da banda musical da Guarda Municipal, a Junta de Serviço Militar de Parauapebas entregou Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI) para 240 homens alistados no município. A cerimônia ocorreu na manhã desta sexta-feira (14) nas instalações da Feira do Produtor, às margens da Estrada Faruk Salmen.

O serviço militar é uma obrigação de todo brasileiro, na faixa etária que vai dos 18 aos 45 anos de idade. Como em Parauapebas não há corporação do Exército Brasileiro, todos que se alistam no município são dispensados do serviço militar e recebem o CDI, cuja cerimônia de entrega ocorre mensalmente.

De acordo com a servidora Denevânia, secretária da Junta de Serviço Militar de Parauapebas, a cerimônia de entrega do certificado de dispensa desta sexta-feira consta de compromisso à bandeira e entrega do Certificado de Dispensa de Incorporação.

 

Guarda Municipal – A recém-formada banda musical da Guarda Municipal de Parauapebas hoje é formada por seis integrantes da GM, mas futuramente haverá concurso público para contratação de músicos civis.

A banda tem como maestro o GM Martins, que passou sete anos integrando a banda musical do Exército no 2º BIS, em Belém. Segundo ele, a banda conta com instrumentos como saxofone, clarinete, trombone, flauta transversal e percussão.

“O objetivo da banda é se apresentar para comunidade em praças públicas, hospitais, abrigos, teatros, eventos oficiais, e, quem sabe, até fora do município”, declara Martins, adicionando que recentemente a banda abrilhantou o desfile de sete de setembro e está se preparando para as festas natalinas e de fim de ano, com apresentação de um coral formado por crianças.

Dispensado – O jovem Flávio da Conceição Oliveira, 18 anos, foi um dos 240 homens alistados e dispensados do serviço militar. Ele conta que quando era mais jovem tinha vontade de servir ao Exército, “mas aqui em Parauapebas não tem quartel. Então, fiz o alistamento obrigatório e hoje estou aqui para prestar compromisso à bandeira e receber o Certificado de Dispensa de Incorporação”, declarou.

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!