Publicidade
Curionópolis

Kits de primeiros socorros em escolas e creches de Curionópolis

É de autoria do vereador Gildásio Mendes Borges (PSD), o Projeto de Lei 004/2017 que autoriza a gestão do município de Curionópolis a disponibilizar periodicamente kits de primeiros socorros nas escolas e creches da rede pública municipal.

A sugestão, segundo o PL é de que os kits tenham os seguintes itens: caixa para guardar os materiais de primeiros socorros, luvas de látex, compressas gaze, esparadrapo, atadura de crepe, tesoura, curativos adesivos de formatos variados, água oxigenada, cotonetes, álcool 70%, soro fisiológico, antisséptico em spray, algodão, sabonete líquido e saco de lixo.

O projeto do vereador ainda prevê que as despesas serão mantidas com orçamento próprio do município, com suplementação se houver necessidade.

Gildásio ainda inseriu no Artigo 3º do projeto que “a administração pública deve realizar ações periódicas de conscientização e treinamento de professores e funcionários para prática adequada dos primeiros socorros”.

Na defesa do projeto, o vereador frisou que é comum que em decorrência das diversas atividades as crianças sejam vítimas de pequenos acidentes, até mesmo de graves proporções.

Para Gildásio, um kit dessa natureza se apresenta como instrumento valioso no cuidado imediato a possíveis feridos, sendo útil não somente aos discentes como também a professores e servidores.

O projeto foi aprovado por unanimidade pelos edis da Casa de Leis de Curionópolis, agora aguarda que o governo municipal faça a sanção para que o projeto entre em vigor.

 

 

Projeto semelhante

Em dezembro de 2016 a Câmara Municipal de Muriaé, em Minas Gerais, aprovou um projeto com as mesmas características. Lá, o autor do projeto, vereador Manoel Carvalho explicou que, “são poucos que sabem a maneira adequada de prestar socorro no momento do acidente, podendo causar, com esta falta de conhecimento, inúmeros problemas, como a manipulação incorreta de vítimas e a solicitação, às vezes, desnecessária, do socorro especializado em emergência. Este problema se agrava com a inexistência de materiais nas escolas”.

Segundo o vereador, é de grande importância a distribuição de kits, bem como do treinamento adequado de profissionais da educação no manejo destes itens para a promoção de um ambiente escolar mais seguro.

Reportagem: Wenderson Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade
Publicidade

Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing LTDA-ME
CNPJ: 05.200.883.0001-05 Parauapebas-Pará-Brasil
(94) 99121-9293 | (94) 981342558

Todos os direitos reservados © 2017 Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing Ltda-ME
Desenvolvimento Web: Agência Maktub

To Top
error: Reprodução proibida!