Publicidade

Laudo define causa da morte de menina assassinada em São Domingos

O Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, no sudeste paraense, confirmou a causa da morte da menina Maria Eduarda Lourenço, de 10 anos, encontrada morta com cortes e queimaduras no corpo em um terreno de São Domingos do Araguaia, na mesma região. Segundo o laudo, a garota foi vítima de asfixia.

A causa da morte foi atestada por um exame necroscópico preliminar realizado pelo instituto, que será anexado ao inquérito policial que investiga o caso.

Saraiva publicidade

O exame pericial para identificar se a criança foi vítima de estupro ainda não teve o resultado divulgado. Quando o corpo da criança foi encontrado, dois preservativos usados foram achados nas proximidades.

COMOÇÃO

A morte de Maria Eduarda causou grante tristeza e revolta na população de São Domingos do Araguaia. Cerca de duas mil pessoas participaram do sepultamento da menina, ocorrido na tarde de quarta-feira (25), em um cemitério local.

Os pais da garota não participaram do evento. O casal está recolhido pela Polícia Civil desde o dia em que encontraram o corpo da menina. O local onde permanecem retidos não foi informado, devido à revolta da população, que tentou linchar os dois, suspeito do envolvimento deles com a morte da menina.

A Polícia continua as investigações sobre o homicídio. Uma recompensa foi ofertada para quem tiver informações que possam ajudar a encontrar os suspeitos do crime. Quem puder ajudar pode procurar o Disque-Denúncia de Parauapebas pelo telefone (94) 3346-2250 ou o Disque-Denúncia de Marabá pelo telefone (94) 3312-3350 e WhatsApp pelo número 98198-3350. O sigilo do denunciante é garantido.

Reportagem: Wellington Moreira/RBA TV

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu