Publicidade

Lutadora de jiu-jitsu morre baleada na festa do próprio aniversário

A lutadora de jiu-jitsu Patrícia Cunha, de 24 anos, morreu neste domingo horas após ser baleada na cabeça durante a própria festa de aniversário na zona sul de Manaus. A morte dela será investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros.

Segundo a Polícia Civil, por volta das 3h do domingo, PMs receberam a denúncia de que três homens estaria cometendo assaltos pela zona sul. A polícia também foi notificada  que os suspeitos estariam envolvidos numa tentativa de homicídio.

Saraiva publicidade

A Polícia Civil informou que os três chegaram ao local onde Patrícia estava comemorando o aniversário e anunciaram o assalto. Um dos suspeitos perguntou pela lutadora. Após ninguém responder, um deles reconheceu a vítima e efetuou três disparos na cabeça da lutadora.

Os três suspeitos foram presos e levados ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Foram apreendidos objetos roubados, além de um simulacro de arma de fogo. A arma utilizada no crime não foi encontrada.

Um deles, de 33 anos, já respondia em liberdade por um homicídio ocorrido em 2009.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu