Publicidade

Mais de uma tonelada de peixe é apreendida em fiscalização no Lago de Tucuruí

Mais de uma tonelada de peixes e 2 mil metros de malhadeiras irregulares foram apreendidas em mais uma missão de fiscalização na região do Mosaico Lago de Tucuruí, sudeste Paraense. A ação foi realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Polícia Militar CPR IV, Eletronorte e as prefeituras de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Itupiranga e Nova Ipixuna, municípios que compõem o Mosaico.

A região encontra-se no período de defeso, momento em que a pesca comercial é proibida, já que os peixes se reúnem para a reprodução. Dentre as espécies apreendidas estão o pacu, o mapará e o tucunaré. Todos os pescados foram doados a comunidades dos municípios de Jacundá e Goianésia do Pará.


As operações de fiscalização são feitas mensalmente no Mosaico desde novembro de 2017 e são intensificadas no período de defeso, que vai de novembro de 2018 a fevereiro de 2019. Nas fiscalizações, busca-se coibir a pesca comercial ilegal e o uso dos utensílios irregulares, como as malhadeiras, que possibilitam a pesca de arrasto: muitos peixes, reunidos, são pegos de uma única vez por conta do diminuto tamanho dos orifícios das redes.

“Com as fiscalizações, buscamos resguardar o período de reprodução desses peixes e também identificar quais as espécies pescadas ilegalmente, tudo para assegurar o incremento dos estoques pesqueiros do lago de Tucurupi”, explica Jossandra Pinheiro, engenheira de pesca e técnica do Ideflor-bio.

O Mosaico Lago de Tucuruí é um conjunto de Unidades de Conservação da Natureza estaduais composto pela Área de Proteção Ambiental Lago de Tucuruí e as Reservas de Desenvolvimento Sustentável Alcobaça e Pucuruí-Ararão. Essas categorias de Ucs permitem tanto a habitação quanto o uso sustentável dos recursos naturais. A pesca no lago é uma das principais atividades realizadas pelas famílias que vivem na região.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

All articles loaded
No more articles to load
Fechar Menu