Publicidade

Mais um caso de estupro é registrado dentro do Hospital Municipal de Parauapebas

A Polícia Civil do Pará prendeu hoje (08) em Belém o técnico de enfermagem Jefferson Abreu Soares (foto), nascido em 27 de dezembro de 1978, em Belém. Ele está sendo acusado de estuprar uma senhora no dia 25 de dezembro quando a mesma esteve no Hospital Municipal de Parauapebas para se consultar.

O acusado, que é concursado da prefeitura de Parauapebas, tendo sido nomeado pelo ex-prefeito Darci Lermen em 26 de maio de 2010 após ser o 97º colocado no Concurso Público realizado por aquela administração exerce a profissão naquela instituição de saúde desde 2009.


Bastante abalada, somente em 03 de janeiro de 2014 a vítima compareceu a 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas para apresentar queixa contra o funcionário público, que a teria dopado e abusado sexualmente dela quando de um procedimento de rotina. O delegado Rodrigo Paggi adiantou que a vítima não mora em Parauapebas, é casada e que seu nome não pode ser fornecido em virtude da tipificação do caso, que corre em segredo de justiça.

De imediato o diretor daquela Seccional solicitou ao Poder Judiciário a prisão do acusado e em menos de 24 horas, mesmo com plantão de fim de ano, este foi expedido.

Quando a polícia esteve no HM para efetuar a prisão do suspeito o mesmo teria fugido para Belém, onde foi preso hoje após intensivas investigações da polícia civil local.

Em 2011 o então secretário de saúde de Parauapebas Alex Pamplona abriu procedimento administrativo contra o acusado após receber várias reclamações sobre os procedimentos do mesmo e em virtude dela não cumprir os horários previstos nas escalas de trabalho e o transferiu do atendimento no HM para a Atenção Básica. Todavia, houve interferência política de um vereador que apresentou requerimento aprovado pela Câmara Municipal de Parauapebas em 31 de agosto de 2011 pedindo informações e revogação da transferência do servidor público Jefferson Abreu Soares.

O acusado deu entrada em um Mandado de Segurança pleiteando o retorno ao Hospital Municipal e este lhe foi negado pelo juiz Alexandre Arakaki em 2011 e posteriormente concedido pela juíza Adelina Luiza Moreira Silva e Silva, então titular da 4ª Vara Cível de Parauapebas em outubro de 2012, sob a alegação de que “ a Administração Pública não se utilizou de critérios objetivos para proceder a remoção em questão”, tendo o acusado voltado a exercer seu trabalho no Hospital Municipal. Por mera coincidência, era a juíza Adelina Silva quem estava de plantão no Fórum de Parauapebas e atendeu pedido de prisão do acusado feito pela Polícia Civil.

Segundo o delegado Rodrigo Paggi, o acusado está sendo recambiado para Parauapebas para responder criminalmente por seus atos, tendo sua chegada prevista para as 19h desta quarta-feira.

Este é o segundo caso de estupro registrado dentro do Hospital Municipal de Parauapebas. Em março de 2013 o também técnico de enfermagem Adams Almeida Gomes foi preso após supostamente ter abusado sexualmente de uma paciente dentro do Hospital Municipal de Parauapebas.

Ninguém da direção do Hospital Municipal de Parauapebas ou da Secretaria de Saúde de Parauapebas foi encontrado para comentar o fato.

Reportagem: Zé Dudu

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu