Publicidade
Parauapebas

Moradores do Cidade Jardim fazem movimento contra empresa loteadora

A população do bairro Cidade Jardim iniciou um movimento contra a empresa Buriti Empreendimentos Imobiliários. De acordo com os populares, o intuito é de mover ação coletiva contra a loteadora caso a reivindicações deles não seja aceita através de negociações.

Durante uma reunião que contou com vários moradores do bairro, ocorrida no dia 11 deste mês, maio, populares discutiram pautas referentes aos casos: Redução de parcelas, revisão de contratos voltando ao valor inicial da primeira parcela, entre outras. Propostas que, segundo os manifestantes, caso a loteadora não aceite, entrarão com ação coletiva na justiça.

Um dos líderes do ato é Francisco Ivanilton Silva Alencar, o popular “Diferente”, explica que já foi movida uma ação contra a Buriti, mas segundo ele, a loteadora beneficiou apenas moradores da 5ª etapa do empreendimento. “Nesse processo o MP deveria ter dado causa ganha aos moradores, mas deu para a Buriti que fez TAC beneficiando apenas moradores de outras etapas”, reclama Francisco, denunciando que na 5ª etapa do bairro não existe os serviços básicos que a loteadora prometera fazer; e cita rede de esgoto, água tratada e asfalto de qualidade.

Outro organizador da reunião é Márcio Popety, que diz que o movimento é popular e não conta com a participação de nenhuma da quatro associações de moradores existentes no bairro. “O movimento surgiu através de uma comissão, ganhou força nas redes sociais e agora reuniu o povo maciçamente para lutar contra várias irregularidades nos contratos, entre eles os juros abusivos”, explicou Popety.

 

Buriti apresenta sua versão

Em nota, a loteadora esclarece que executa todas as obras de infraestrutura e saneamento básico de acordo com os Decretos de Aprovação e contratos firmados com seus clientes, seguindo a legislação vigente. A empresa reforça ainda que o fornecimento e a manutenção dos serviços públicos são de responsabilidade do município e das concessionárias autorizadas.

Quanto aos juros, a Buriti garante que sempre cobrou taxas de juros compensatórios abaixo das taxas médias do sistema financeiro, do mercado imobiliário e de acordo com legislação brasileira (limite de 12% ao ano mais correção monetária). Atualmente, a empresa pratica juros máximos de 6,9% ao ano mais correção monetária (IGPM/FGV).

A empresa também informa que mantém uma grande campanha, com o objetivo de dar oportunidade aos seus clientes de renegociar os débitos em atraso, tentando assim evitar desgastes e a rescisão contratual.

Por fim, a Buriti reitera que continua à disposição dos interessados em renegociar suas dívidas na Av. U, quadra 441, LTS 01/03 e 54/56, Bairro Cidade Jardim, em horário comercial, ou pelo e-mail cobranca.pbs3@buritiempreendimentos.com.br.

Publicidade

Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing LTDA-ME
CNPJ: 05.200.883.0001-05 Parauapebas-Pará-Brasil
(94) 3356-0260 | (94) 981342558

Todos os direitos reservados © 2017 Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing Ltda-ME
Desenvolvimento Web: Agência Maktub

To Top
error: Reprodução proibida!