Publicidade

Moradores do Cidade Jardim interditam novamente a PA-275

Durante a manhã desta segunda-feira (21), moradores do bairro Cidade Jardim voltaram a interditar as dependências da Rodovia PA-275, nas proximidades do viaduto do ramal ferroviário do Projeto S11D, de responsabilidade da mineradora Vale.

De acordo com informações obtidas pela equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, os populares exigem uma resposta da Buriti Empreendimentos Imobiliários, empresa proprietária do loteamento Cidade Jardim, e também de membros do Ministério Público, que estão envolvidos na negociação com os moradores.


Confira abaixo o comunicado divulgado pela Associação dos Moradores do Bairro Cidade Jardim:

“Em virtude da última manifestação dos moradores do loteamento Cidade Jardim, que fizeram a liberação da via com acordo com o Ministério Público de dar uma resposta sobre o juros abusivos da empresa Buriti que o mesmo não veio a cumprir estaremos fechando a PA 275 novamente na data dia 21-08-2017 nessa segunda feira sendo que de lá para cá já estão sendo expedido 15 reintegração de posse que está no comando da PM para ser executada só sairemos da pa-275 se o Ministério Público dá um parecer favorável à comunidade de que não haverá mais audiência pública de conciliação com os moradores do bairro Cidade Jardim até que se toma providência de que não haverá reintegração de posse de todos os moradores que estão com processos em andamento que haverá paralisação de todos os processos individuais até que haja uma audiência pública convido a todos os moradores do bairro Cidade Jardim para participar desse grande movimento a concentração será na Avenida dos Ipês no galpão nos deslocaremos de lá para pa-275 logo depois do Lago da nova Carajás saída para Marabá a partir das 6:30 no máximo agradeço a compreensão de todos………. movimento Cidade Jardim lutando por um direito só”.

Polícia Militar na área

Logo que a Rodovia PA-275 foi interditada, homens do Grupo Tático Operacional da Polícia Militar (GTO), se deslocaram ao local e conversaram com os manifestantes. “Viemos para conversar e fizemos um prévio acordo, para que a cada meia hora a via seja liberada para prioridades como ambulâncias, por exemplo. O manifesto dos moradores do Cidade Jardim é pacífico e estamos aqui tranquilizando a todos para evitar qualquer tipo de confronto e que as autoridades possam ouvir os manifestantes”, relatou o sargento Gilberto.

Posição da Buriti

Em ocasião da manifestação realizada no dia 4 de agosto, a Assessoria de Comunicação da Buriti Empreendimentos Imobiliários encaminhou nota ao Pebinha de Açúcar, confira na íntegra abaixo:

“O Grupo Buriti esclarece que não há irregularidades na forma de aplicação dos índices pactuados para correção das parcelas e informa ainda que espontaneamente concedeu a todos os seus clientes do Residencial Cidade Jardim em Parauapebas, um ano sem reajuste das parcelas, sem aplicação da correção monetária e juros compensatórios, e por mais doze meses subsequentes, aplicou apenas o índice de correção monetária, abrindo mão da taxa de juros acordada no contrato.
Por fim, a Buriti reforça seu compromisso com clientes e parceiros de negócios e acrescenta que continua à disposição para renegociação de débitos em atraso e demais esclarecimentos”.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu