Publicidade

Moradores do Cidade Jardim interditam PA-275

Era por volta das 8h00 da manhã desta sexta-feira (4), que dezenas de moradores que residem no loteamento Cidade Jardim, um dos maiores bairros de Parauapebas, interditaram a Rodovia PA-275, entre os municípios de Parauapebas e Curionópolis.

A mobilização dos populares se iniciou logo cedo, por volta das 6h00 nas dependências de um galpão que fica localizado na Avenida dos Ipês, no Cidade Jardim. De lá, munidos de faixas, cartazes e muitos pneus velhos, os manifestantes se deslocaram até a PA-275, nas proximidades do viaduto do Ramal Ferroviário da mineradora Vale e iniciaram a interdição, que segundo eles, não tem previsão para encerrar.


A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar se deslocou até o local da interdição e presenciou a indignação de muitas pessoas que precisavam seguir viagem e outras que estavam chegando a Parauapebas, voltando do período de férias. “Sou moradora do Cidade Jardim e assim como essas pessoas que estão aqui se manifestando, eu também não estou nada satisfeita com a empresa que administra o loteamento, porém, sou contra esse tipo de manifestação, afinal, tira o direito constitucional e ir e vir das pessoas. Sou favorável que a manifestação seja na frente do escritório da Buriti, ou até mesmo no Ministério Público”, relatou Maria Soares Granja.

Quem também conversou com a nossa equipe de reportagens, foi Márcio Popety, morador do bairro Cidade Jardim e um dos organizadores da manifestação. “Infelizmente muitas famílias não têm condições de pagar os juros absurdos impostos pela loteadora e agora estão sendo despejados de onde moram por determinação da Justiça. Por esse e outros motivos, decidimos realizar a manifestação contra a Buriti para chamar a atenção de autoridades, afinal, a situação é séria e é preciso que alguma atitude seja tomada, até porque são pais e mães de famílias que estão sendo prejudicados”, enfatizou.

 

Antônio de Souza, conhecido como “Executivo”, é o atual presidente da Associação dos Moradores do bairro Cidade Jardim e se diz indignado com o descaso da empresa Buriti Empreendimentos Imobiliários para com milhares de pessoas que compraram lotes com a esperança de realizar sonhos. “Fomos obrigados a fazer essa manifestação porque nossas demandas que estão em aberto com a Buriti e Ministério Público ainda não foram atendidas, e com isso, diariamente pais e mães de famílias estão sendo prejudicados, afinal, não conseguem honrar com compromissos devido aos juros abusivos praticados pela loteadora e infelizmente muitos estão sendo despejados, além de vários outros problemas estruturais em várias etapas do loteamento”, disse Antônio, afirmando que a manifestação continuará até que membros do Ministério Público e da loteadora cheguem ao local para se reunir com uma comissão da associação.

Outro lado

A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar entrou em contato via e-mail com a Assessoria de Comunicação da Buriti Empreendimentos Imobiliários, para que a empresa se posicionasse sobre a manifestação, porém, até o fechamento desta matéria não recebeu nenhuma resposta.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu