tragedia

Morte de mulher na estrada de Carajás ainda repercute em Parauapebas e região

• 23/11/2013 • PolíciaComentários (5)

Ainda repercute um grave acidente envolvendo um ônibus da empresa Transbrasiliana e um automóvel Fox da Makro Engenharia ocorreu por volta das 16 horas desta quinta-feira (21), na Estrada Raimundo Mascarenhas, que dá acesso a Carajás, município de Parauapebas, tendo como vítima fatal Kátia Cristina de Oliveira, funcionária da empresa Makro Engenharia.

De acordo com o que apurou a reportagem junto ao delegado Thiago Carneiro, a vítima fizera a ultrapassagem de um caminhão em local proibido da estrada e se chocou de frente com o ônibus, que vinha em sentido contrário, morrendo no local.

O motorista do ônibus, cuja identidade não foi informada pela polícia à reportagem, ficou de prestar depoimento na tarde desta sexta-feira (23) na Delegacia de Polícia Civil.
Paulo César de Oliveira, irmão da vítima, informou que Kátia Cristina era membro da Igreja Assembleia de Deus, trabalhava na Makro na função de supervisora de contrato, morava na Rua São Luiz, Bairro Primavera, Parauapebas, era separada e tinha um casal de filhos.

Os bombeiros tiveram grande trabalho para resgatar a vítima das ferragens do veículo. Em seguida, o corpo de Kátia Cristina foi encaminhado para submeter-se a exame de necropsia no Instituto de Medicinal Legal (IML) em Marabá e depois retornou a Parauapebas, onde ficou de ser velado e sepultado por familiares.

Reportagem: Vela Preta / Waldyr Silva – Da redação do Portal Pebinha de Açúcar

 

Pin It

Related Posts

5 Responses to Morte de mulher na estrada de Carajás ainda repercute em Parauapebas e região

  1. Cristiani disse:

    Conforme pessoas que trabalham na empresa já analisaram o espiã da mesma e foi constatado que ela não fez ultrapassagem e sim dormiu no volante.

  2. letty disse:

    pq ninguem mencionam um terceiro individuo que tomou a mao dela,e ela para nao bater nele desviou e acabou se chocando com o ônibus…ninguen fala nisso,mas esse que fez isso agora ficara com a conciencia muito pesada…em saber que causou este acidente..

  3. Wanderson disse:

    Se ela dormiu ou não.
    Fez ou não uma ultrapassagem.
    Ninguém perdeu como ela perdeu.
    Ela não está mais aqui para se defender.
    Cabe há todos respeitar sua memória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>