Banner Educar


Nova diretoria da ACIP divulga plano de metas para ser cumprido no biênio 2015 / 2016

Nova diretoria da ACIP divulga plano de metas para ser cumprido no biênio 2015 / 2016

A nova diretoria da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (ACIP), que foi empossada no último dia 30 de janeiro para atuar no biênio 2015/2016, divulgou através do presidente Humberto de Araújo Costa, o plano de ação e metas que será desenvolvido na entidade.

OBJETIVOS:

A – LUTAR PELA AMPLIAÇÃO DE MAIS BENEFÍCIOS PARA OS ASSOCIADOS

01 – Envidar esforços junto a VALE e à PREFEITURA, no sentido de se firmar convênio que priorize as empresas locais, especialmente nossas associadas, para que sejam contratadas para prestação de serviços e fornecimento de produtos, inclusive formando consórcios para participação em grandes projetos, bem como que a ACIP seja informada com antecedência acerca de toda e qualquer obra ou projeto de forma a preparar nossos associados a participar das licitações e concorrências, de forma a fazer com a ACIP funcione como uma verdadeira CÂMARA DE COMERCIO LOCAL E REGIONAL;

02 – Envidar esforços junto à PREFEITURA MUNICIPAL e às Diretorias da VALE(Carajás, Salobo e S11D), para se firmar convênio no sentido de exigir de suas contratadas, antes de se efetuar o pagamento mensal e antes de findo o contrato, que elas apresentem CERTIDÃO NEGATIVA DA ACIP, informando que essa sua contratada está quite com suas obrigações comerciais com os empresários locais, para que tenhamos a necessária segurança jurídica em nossas relações comerciais;

03 – Lutar para isenção de Taxas de cobrança de Alvarás de Funcionamento e Localização, cobrada anualmente, de empresas que não mudou sua atividade econômica e nem seu endereço, bem como fazer as articulações necessárias, para sensibilizar o Governo Municipal a implementar e regulamentar, em nosso Município, a Lei Geral das Micros e Pequenas Empresas (Lei Complementar nº 123, de 14.12.06), criando a Lei Geral das Micros e Pequenas Empresas de Parauapebas.

04 – Criar o CARTÃO DE BENEFÍCIOS ACIP, que poderá ser apresentado, juntamente com documento pessoal, na rede credenciada de convênios firmados com a ACIP, para usufruir dos descontos que serão oferecidos pelos prestadores de serviços e fornecedores de produtos conveniados, em que o associado ao realizar uma compra dentro da rede credenciada, terá o benefício exclusivo para os associados, cujo cartão será fornecido gratuitamente aos associados;

05 – Reformar e atualizar o site da ACIP e criando o BLOG ACIP, de forma a oportunizar melhor acesso de nossos associados e de quem deseje colher informações, documentos normativos, formulários de adesão associativos e outros serviços e negócios;

06 – Tornar o blog ACIP, o meio de comunicação oficial da entidade, onde será divulgado todos os atos e notícias da entidade, bem como lançamento da campanha para aumentar o número de nossos associados com o slogan “QUEM INDICA GANHA”, em que um associado indica um novo e ganha um ponto no valor de R$20,00 – que poderá ser compensado com mensalidade vencida ou a vencer, sendo que a pontuação será publicada mensalmente em nosso site/blog ACIP

07 – Criar em nosso site, o GUIA FÁCIL ACIP, no qual todos os associados podem ser divulgados gratuitamente, sendo que apenas os interessados em destacar a empresa nas páginas de resultados, pagarão uma mensalidade ou anuidade de patrocínio;

08 – Promover bimestralmente um ENCONTRO DE ASSOCIADOS, em que um empresário associado de sucesso dará seu depoimento relatando sua caminhada profissional, evento em que todos os associados serão convidados, e ao final, poderá ser servido um coquetel com estandes de patrocinadores daquele evento, tudo como forma de interação entre os empresários e fortalecimento da classe empresarial;

09 – Firmar convênios com supermercados, farmácias, laboratórios, clínicas, escolas e outros estabelecimentos prestadores de serviços e fornecedores de produtos, como por exemplo, empresas especializadas em medicina e segurança do trabalho, que elaboram o PCMSO, PPRA, LTCAT e outros, a darem descontos especiais aos portadores do CARTÃO DE BENEFÍCIOS ACIP.

10 – Criar e implementar Calendário Mensal de Encontros Empresarias, Rodadas de Negócios, Palestras e Seminários, em parceria com o SEBRAE, Governo Municipal e Governo do Estado, especialmente as RODADAS DE NEGÓCIOS, haja vista ser uma ótima oportunidade de conhecer e adquirir produtos e serviços com valores diferenciados, bem como conhecer novos empresários e fazer negócios trabalhando seu network.

11 – Estudar a criação do ACIP CARD, nos moldes do WEB CARD, a partir de parceria a ser firmada com empresas de cartões de crédito/instituições financeiras, de forma que os usuários(funcionários das empresas) associadas, pudessem fazer compras com um limite de crédito de até 30% do salário, em rede de estabelecimentos a serem conveniados.

12 – Lutar para implantação de um Porto Seco, com a ACIP emitindo Certificado de Origem aos produtos a serem exportados, bem como envidar esforços para implantação de ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCNICA, como forma da empresa associada comprovar para seu cliente a qualidade da sua empresa.

13 – Buscar no mercado boas sugestões de plano de saúde e outros benefícios, com baixo custo, visando a melhoria da produtividade nas empresas;

14 – Envidar esforços para se firmar parcerias para promoção e realização de cursos, seminários, simpósios e palestras para atualização dos associados e seus consultores nos assuntos de gestão empresarial, como forma de diminuir a necessidade dos profissionais se deslocarem à Belém e Marabá;

15 – Envidar esforços visando uma melhoria nas relações institucionais entre empresas/empresários associados e o Judiciário Comum e Trabalhista, bem como para continuarmos oferecendo o serviço de assessoria jurídica, com orientações gratuitas quanto a negociações bancárias, procedimentos de cobrança, fiscalização do trabalho(DRT) e reclamações trabalhistas(Justiça do Trabalho), assinaturas de contratos, etc;

16 – Implantar a CERTIFICAÇÃO DIGITAL, de forma a favorecer nossos associados, com a qualidade de atendimento e preços mais acessíveis, bem como envidar esforços para que a ACIP continue como referência no apoio e defesa da classe empresarial da região.

17 – Reformar o auditório e construir o anexo à atual sede da ACIP, de forma a possibilitar a ampliação dos serviços a serem ofertados aos associados.

18 – Implementar e Criar as Câmaras Setoriais, para tratar de assuntos de interesse de cada setor produtivo, como: comércio, indústria, serviços, mineração, etc.

19 – Estudar a criação de um Juízo Arbitral, em convênio com o TJE, para dirimir e intermediar a solução de conflitos entre associados (devedores/credores), atendendo de maneira mais rápida e eficiente, sem limite de valor da causa, abrangendo questões comerciais, industriais, tributárias e fiscais, bancárias, trânsito, entre outras.

20 – Envidar esforços junto aos bancos privados e oficiais, para Criação de Linhas de crédito especiais, que possam favorecer nossos associados, especialmente os empresários das micro e pequenas empresas;

Obs.: Os objetivos expostos nos 20 itens acima nominados, são diretamente direcionados a atender as demandas e os apelos de nossos associados, que por força das mudanças ocorridas em face da queda dos preços dos minérios, nossa única atividade econômica, necessita que a ACIP busque alternativas para melhor atender e preparar nossos associados para os novos desafios.

A seguir, elencamos outros objetivos, estes focados em lutas que possam oferecer novas perspectivas para a classe empresarial local e regional, na busca do efetivo desenvolvimento sustentável. Assim, apresentamos abaixo as lutas e bandeiras nas quais nos comprometemos a desenvolver, senão vejamos:

B – IMPLEMENTAR LUTAS PELO FORTALECIMENTO DA CLASSE EMPRESARIAL, VISANDO A GERAÇÃOI DE EMPREGO E RENDA

01 –Reivindicar a ampliação dos serviços fornecidos pela agência da SEFA em Parauapebas;

02 – Envidar esforços para implantação de órgãos da administração federal, receita federal e previdência social e outras, de forma a melhor atender aos empresários, especialmente nossos associados;

03 – Incentivar o crescimento da indústria local, a fim de aumentar o Market share das demandas existentes na região.

04 – Envidar esforços junto as autoridades competentes, para impulsionar a implantação do distrito industrial e do CRC – CENTRO DE RECUPERAÇÃO DE COMPLEMENTOS da VALE;

05 – Envidar esforços junto aos órgãos competentes, para que se promova o desenvolvimento de novos projetos de inclusão do menor no mercado de trabalho e das pessoas com necessidades especiais, pedindo aos nossos associados especial atenção e cumprimento das normas legais vigentes que tratam do assunto;

06 – Envidar esforços junto a quem de direito, para que se promova e se implemente estudos e pesquisas científicas acerca de assuntos que possam interessar a vida econômica do município;

07 – Lutar pela promoção e implementação, através de cursos, palestras, simpósios, seminários, visando o aprimoramento e a atualização das atividades econômicas que congrega esta associação;

08 – Reivindicar e defender, perante o poder público competente, os legítimos interesses e as aspirações do empresariado privado;

09 – Participar e incentivar estudos na geração de novas matrizes econômicas para a Região;

10 – Buscar junto às autoridades competentes (municipais, estaduais e federais), maior cobertura da segurança pública, com mais viaturas e policiamento nas ruas;

11 – Lutar para implantação pelo Governo Estadual, do NAVEGA PARÁ, através de fibra ótica, para solução dos problemas da internet em nossa cidade, bem como atuar junto ao poder público e as operadoras de telefonia móvel, visando a melhoria na prestação desses serviços de comunicação móvel;

12 – Envidar esforços para que os órgãos competentes realizem cursos profissionalizante nos níveis técnicos e superiores, como forma de se promover uma melhor qualificação na mão de obra local, bem como envidar esforços para que se implemente pelas instituições competentes, cursos de EDUCAÇÃO EMPRESARIAL, como forma de oferecer ferramentas para melhoria nos processos de gestão das empresas locais;

13 – Envidar esforços para se firmar convenio com o Governo Municipal de forma a se implementar, implantar e criar um BANCO DE DADOS, para que se possa oferecer informações econômicas/sociais para quem queira investir em nosso Município, cujos dados poderão ser disponibilizados no nosso site e no da Prefeitura Municipal.

HUMBERTO DE ARAÚJO COSTA
Presidente

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!