Publicidade

Pablo do Arrocha leva multidão à abertura da FAP 2014

Foi aberta oficialmente neste sábado (30 de agosto) a décima edição da Feira de Agronegócios de Parauapebas (FAP), que é realizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas (Siproduz).

Na abertura dos shows, cerca de 8 mil pessoas se deslocaram ao Parque de Exposições Lázaro de Deus Vieira Neto e curtiram as programações oficiais da Feira, visitaram estandes, como o da mineradora Vale, Prefeitura de Parauapebas e dançaram no show de Pablo do Arrocha que é a sensação do momento no meio musical.


O cantor fez um show de mais de duas horas e cantou seus antigos e novos sucessos. No camarim, em conversa com a reportagem do Portal Pebinha de Açúcar, Pablo disse se sentir lisonjeado de participar de uma feira como a FAP. “Fico feliz pelo convite e foi melhor ainda ser recebido por este grande público de Parauapebas”, destacou o cantor.

Sobre Pablo
Ele é o criador do “Arrocha”. Há 13 anos, Pablo “acidentalmente” inventou o ritmo que hoje se tornou movimento na Bahia e tem se expandido de Norte a Sul do Brasil. Explica-se o “acidentalmente”: em seus shows, para chamar o público a curtir o seu romantismo, o cantor dizia: “Arrocha”. E de tanto incentivar os fãs com este jargão, o verbo virou gênero musical. Respeitado por todos os artistas já consagrados como Ivete Sangalo, Chiclete com Banana, Daniela Mercury, Asa de Águia, Jammil, Claudia Leitte, Tattau do Araketu entre outros, ele é presença obrigatória nos grandes eventos da região.
Com treze anos de carreira, 10 CDs e 4 DVDs, Pablo é, hoje, o maior fenômeno da música baiana. Já vendeu milhões de CDs e conquista, a cada dia que passa, um número maior de fãs. Com uma média de 28 shows por mês, Pablo emplacou grandes sucessos como “Pecado de Amor”, “Baby”, “A Casa ao Lado”,“ Quase me chamou de amor”, “ Fui Fiel” e “ Malhado e Gostoso”. Além de figurar o primeiro lugar nas rádios das regiões Norte e Nordeste. Do início de carreira, apenas com os toques do teclado, Pablo agora, conta com uma mega estrutura e uma banda completa, que é composta por teclado, sax, violão, guitarra, baixo, percussão, bateria e dois backing- vocals.

Veja as fotos de Israel Lira – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu