Publicidade

Pais de estudantes denunciam falta de transporte escolar em Palmares Sul

Alguns pais de alunos das escolas João Evangelista e Paulo Freire, localizadas em Palmares Sul, entraram em contato com a redação do Portal Pebinha de Açúcar para denunciar o que eles consideram como descaso do poder público com relação ao transporte escolar naquela localidade.

Segundo a denúncia, alunos que moram na rota vicinal 2 estão sofrendo com a falta de transporte para poderem assistir às aulas no cotidiano, pois durante a semana raramente o micro-ônibus escolar passa e às vezes fica uma semana inteira sem pegar os estudantes.


Os pais de alunos dizem que têm questionado a falta de ônibus junto aos motoristas e à coordenação das escolas, tendo como resposta que os veículos quebram e vão para oficina, sem disponibilização de ônibus extra.

“O mínimo que queremos é um veículo reserva, pois nem todos os pais disponibilizam de veículos próprios para levar seus filhos à escola”, declarou um dos pais, adicionando que os alunos já sofrem com muitos horários vagos e, se não bastasse, agora com esse problema de transporte.

“Contamos com o apoio desse respeitado portal de notícia para nos intermediar, em busca da solução desse impasse, que atrapalha em muito a vida escolar de muitos alunos”, finalizam.

Nota da prefeitura

Em relação à denúncia de problemas relacionados com o transporte escolar da Vila Palmares Sul, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), esclarece que:

1 Os ônibus que atendem a zona rural do município costumam quebrar com mais frequência devido a algumas localidades serem de difícil acesso. Certas peças deles não são encontradas no município e são solicitadas para empresas de outras regiões, por isso o ônibus que vai para a manutenção às vezes demora um pouco mais para retornar às atividades;
2 A Semed tem buscado todas as alternativas legais viáveis para solucionar os possíveis problemas e não deixar o aluno sem o atendimento;
3 – A situação da Palmares Sul deverá ser normalizada a partir desta quinta-feira, 13″.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu